Transmissão sexual do zika já acontece em 8 países, afirma OMS

Doença foi identificada pela primeira vez nas Américas em 2015

Ainda segundo a OMS, 66 países tiveram registro de zika desde 2007
Ainda segundo a OMS, 66 países tiveram registro de zika desde 2007 AE

Oito países já notificaram possível transmissão sexual do zika vírus, segundo o mais recente boletim da OMS (Organização Mundial da Saúde), divulgado na quinta-feira (21). Argentina, Chile, Estados Unidos, França, Itália, Nova Zelândia, Peru e Portugal têm evidência desse tipo de transmissão porque registraram casos autóctones de zika sem ter, em seu território, a presença do mosquito transmissor da doença.

Ainda segundo a OMS, 66 países tiveram registro de zika desde 2007, quando o primeiro surto foi documentado.

Desde 2015, quando a doença foi identificada pela primeira vez nas Américas, 42 nações notificaram casos de zika.

Seis países tiveram aumento de casos de microcefalia associados à doença: Brasil, Colômbia, Cabo Verde, Polinésia Francesa, Martinica e Panamá. 

Peru anuncia primeiro caso de zika transmitido sexualmente

 

Zika pode ficar "escondido" no corpo e ressurgir meses depois, dizem pesquisadores brasileiros