R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Tecnologia e Ciência/Notícias

Icone de Tecnologia e Ciência Tecnologia e Ciência

publicado em 14/01/2011 às 06h01:

Americano constrói casas ecológicas feitas de lixo

Dan Philips usa restos de madeira, ossos de marfim e placas de carro nas moradias

Do R7

Publicidade

O construtor de casas americano Dan Philips transforma lixo em moradias, criando mosaicos sinuosos no piso com restos de madeira, balcões de cozinha feitos de ossos de marfim coloridos e telhados feitos de placas de carro. Elas são feitas quase que totalmente com materiais que geralmente acabariam em um depósito de lixo.
 
Ele explica que “as pessoas vêm fazendo isso há centenas de milhares de anos: usando o que estiver disponível para construir um abrigo”.

- Se você pensar em tudo que pode ser usado, então pode usar qualquer coisa numa construção. 

Philips fundou sua empresa, a Phoenix Commotion, há 12 anos, com o objetivo de criar um novo modelo de habitação sustentável e acessível. Até agora, a empresa já construiu 13 casas. 

A Phoenix Commotion opera como se fosse uma organização sem fins lucrativos, com o objetivo de resolver problemas sociais. Por US$ 10 mil, ela constrói casas acessíveis para pais solteiros, famílias de baixa renda e artistas. 

Cada casa possui uma alta eficiência energética, aquecedor solar de água quente e um sistema de captação que recicla água da chuva para dar descarga e para lavar roupas. 

Philips contrata pedreiros sem experiência, ensina-lhes tarefas exigidas pelo mercado e os ajuda a conseguir trabalho. A companhia tem desviado centenas de toneladas de sobras de construção de aterros, reciclando os materiais em estruturas habitáveis. Tanto material de construção chega à Phoenix Commotion que o armazenamento é um problema constante. 

Grandes empresas de atacado evitam as altas taxas de remoção ao enviar gigantescos caminhões carregados com madeira serrada, telhas e granito. Os moradores locais também doam objetos antigos, como portas e banheiras, depois de fazer reforma em suas casas. 

Philips ajudou a cidade onde vive, Huntsville, a começar um programa chamado Lixo (trash, em inglês) em Arados, em 2003, depois de receber muitas doações. Os materiais são armazenados em um depósito da cidade e distribuídos para moradores de baixa renda e organizações sem fins lucrativos que precisam fazer melhorias em suas sedes.
 
A iniciativa deu tão certo que pessoas dos Estados Unidos e de outros países já falaram com Philips e com funcionários da cidade para criar armazéns de reutilização.
 
Philips continua tentando espalhar sua filosofia de casas recicladas em palestras por todos os Estados Unidos, e usando a internet para conhecer pessoas que pensam como ele. O construtor verde diz que não vai “salvar o mundo rápido”, mas que é necessário pelo menos dar visibilidade a esse "modelo” em seu país.

Veja Relacionados:  casa, reciclada, lixo
casa  reciclada  lixo 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping