R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

20 de Setembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Tecnologia e Ciência/Notícias

Icone de Tecnologia e Ciência Tecnologia e Ciência

publicado em 24/12/2012 às 15h01:

Antártica ocidental registra aquecimento superior ao previsto

AFPAFP

Publicidade

A cobertura de gelo na Antártica Ocidental esquenta duas vezes mais rápido do que se pensava, alerta um estudo americano publicado na revista Nature Geoscience, um dado preocupante, visto que este degelo já contribui em 10% para a elevação mundial dos oceanos.

Esta parte da Antártica é uma das regiões com maior aumento de temperatura em toda a Terra, afirmam os cientistas americanos.

A temperatura subiu 2,4 graus desde 1958, calcularam depois de revisar e completar os dados que abrangem o período 1957-2011.

Este aumento é duas vezes maior do que o estimado e representa três vezes a elevação média na superfície do globo durante este período, segundo um dos autores, David Bromwich, do Byrd Polar Research Center.

"Nossos dados sugerem que o contínuo aquecimento estival na Antártica ocidental poderia perturbar o equilíbrio da superfície da cobertura de gelo, o que faz com que a região possa contribuir ainda mais com a elevação global do nível dos oceanos", reforça em um comunicado.

Os cientistas estimam atualmente que o derretimento de gelo no oceano seja responsável por aproximadamente 10% da elevação global dos mares causada pelo aquecimento global, uma ameaça para muitas cidades costeiras nas próximas décadas.

A cobertura de gelo, uma enorme massa de até 4 km de espessura que cobre a parte continental e se estende sobre o mar, diminui nesta região mais rápido do que em outras da Antártica.

Os dados da estação Byrd, estabelecida em 1957 no centro da Antártica ocidental, estavam incompletos. David Bromwich e cientistas procedentes de vários institutos de pesquisa americanos usaram diferentes fontes para preencher as lacunas e corrigir erros.

"A Antártica ocidental é uma das regiões que mudam mais rapidamente na Terra, mas também é uma das menos conhecidas", lembra Bromwich.

mlr-alu/pjl/ed/ros/erl/avl/mvv

 
Veja Relacionados: 
 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping