R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Tecnologia e Ciência/Notícias

Icone de Tecnologia e Ciência Tecnologia e Ciência

publicado em 01/03/2013 às 20h13:

Cápsula Dragon é obrigada a adiar sua chegada à ISS por problemas técnicos

EFEEFE

Publicidade
Washington, 1 mar (EFE).- A cápsula Dragon, que foi lançada na manhã desta sexta-feira em Cabo Canaveral (EUA) para abastecer a Estação Espacial Internacional (ISS), terá que atrasar sua chegada pelo menos até o próximo domingo por conta dos problemas que teve com alguns de seus propulsores. Em entrevista coletiva, o diretor do programa da ISS, Michael Suffredini, garantiu que a chegada da cápsula e sua acoplagem à estação, que segundo os planos estava prevista para amanhã, pode acontecer no domingo Segundo informou a Agência Espacial americana (Nasa), o incidente aconteceu nos propulsores da cápsula, fabricada pela empresa privada Space Exploration Technologies, que permitem aos engenheiros manejá-la da Terra uma vez que entre em órbita. Dos quatro propulsores com os quais conta, somente um estava em funcionamento. Suffredini esclareceu mais tarde na entrevista coletiva que dois dos quatro propulsores já estavam ativados, por isso, são grandes as possibilidades da Dragon completar sua missão. "Mesmo assim, as chances da Dragon realizar sua missão se estendem até maio, quando três dos astronautas da ISS devem retornar", acrescentou Suffredini em relação ao tempo que a cápsula tem para poder ser acoplada à ISS. O fundador da empresa Space, Elon Musk, explicou que, apesar de ter vivido um momento de nervosismo quando apareceram os problemas após a separação da cápsula do foguete Falcon 9, a Dragon não teria tido nenhum problema se tivesse astronautas a bordo, porque pode funcionar com apenas um propulsor. "Não acho que seja um problema grande. Esta é a primeira vez que temos este tipo de problema, mas parece que já estamos de volta nos trilhos", acrescentou ao detalhar que os outros dois propulsores estão sob controle, porém desligados por decisão própria, até que os eventos se desenvolvam. Esta missão representa a terceira viagem de uma cápsula Dragon após um voo de demonstração em maio de 2012 e a primeira missão de reabastecimento em outubro do ano passado. A Dragon leva 550 quilogramas de provisões para a tripulação da ISS, e seus experimentos a bordo do laboratório, uma instalação de US$ 100 bilhões do qual participam 15 países A ISS orbita a aproximadamente 385 quilômetros da Terra e a cerca de 27 mil km/h. O programa prevê que a cápsula Dragon volte à Terra em 25 de março e desça de paraquedas sobre o oceano Pacífico perto do litoral da Baixa Califórnia, trazendo mais de uma tonelada de equipamentos e experimentos. A bordo da ISS estão atualmente seis tripulantes: os russos Oleg Novitski, Yevgueni Tarelkin e Roman Romanenko, os americanos Kevin Ford e Tom Marshburn, e o canadense Chris Hadfield. EFE rg/rpr
 
Veja Relacionados: 
 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping