R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

1 de Novembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Tecnologia e Ciência/Notícias

Icone de Tecnologia e Ciência Tecnologia e Ciência

publicado em 16/09/2011 às 09h35:

Exclusão digital nos países desenvolvidos
se reflete no acesso à banda larga

Existem atualmente 2 bilhões de usuários de internet em todo o mundo

EFE

Publicidade

A exclusão digital dos países desenvolvidos se reflete mais no acesso à internet banda larga do que no número de telefones celulares, mercado que em breve chegará em seu grau de saturação.

Brasil tem a tarifa de celular mais cara do mundo

Leia outros destaques do dia

A banda larga fixa alcançou um nível de penetração de 24% nos países industrializados no final de 2010, frente a uma média de 4,2% no resto das nações, segundo revela o relatório anual sobre a sociedade da informação publicado nesta quinta-feira (16) pela União Internacional de Telecomunicações (UIT).

No setor das telecomunicações, o acesso à banda larga é a área com maiores perspectivas de crescimento, o que se traduz na adesão à banda larga móvel - incluindo a de celulares - que nos países em desenvolvimento foi de 160% entre 2009 e 2010.

A queda registrada desde 2005 na telefonia fixa continua, especialmente nos países desenvolvidos, por uma saturação de linhas, situação que começa a ser observada também na área de telefonia celular, que registra taxas de penetração de 100% nos países desenvolvidos, onde o crescimento foi de 1% no ano passado.

Já nos países em desenvolvimento, a telefonia celular encontra espaço para crescer, uma vez que cresceu 20% apenas em 2010.

Segundo o relatório da UIT, existem 5,3 bilhões de linhas celulares no mundo em comparação com 2 bilhões de usuários de internet, que ganhou mais adeptos em Brasil, China, Índia, Nigéria e Rússia.

Em 10 anos, 24% da população mundial se incluiu digitalmente. Quanto ao acesso dentro de casa, 16% dispõem de internet nos países em desenvolvimento, frente aos 66% nos países com maior receita.

Entre as maiores atividades na internet - principalmente entre os jovens - está o uso das redes sociais e a criação de conteúdos, como blogs. Isso explica como em alguns países até 70% dos usuários fazem parte de alguma rede que lhes permita divulgar informação ou trocar mensagens instantâneas.

Segundo o relatório, surpreende ainda mais que em certos países em desenvolvimento haja tantos usuários de internet como de Facebook, uma das redes sociais virtuais mais populares.

De acordo com o documento, os Estados Unidos são o país onde se abriram mais contas de Facebook (154 milhões), seguido da Indonésia (39,5 milhões), Índia (33,5 milhões), México (28 milhões), Filipinas (26 milhões), Brasil (25 milhões) e Colômbia (15 milhões).

Por outro lado, o relatório mostra uma tendência preponderante entre os operadores de mercados em desenvolvimento em atrair uma clientela de baixos recursos frente a diminuição de preços das assinaturas e dos aparelhos celulares.


 
Veja Relacionados:  banda larga, celular
banda larga  celular 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping