R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

30 de Julho de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Tecnologia e Ciência/Notícias

Icone de Tecnologia e Ciência Tecnologia e Ciência

publicado em 10/10/2009 às 06h00:

Saiba como funciona e o que é preciso para ver TV em alta definição

Tecnologia chegou para exibir o melhor da imagem na televisão de casa

Do R7

Muita gente confunde televisão digital com TV de alta definição (HDTV). A televisão digital é um formato de transmissão e até 2007 era oferecida no Brasil apenas por operadoras de TV à cabo ou via satélite como a NET, Sky e TVA. Há quase dois anos, o país passou a adotar um sistema de transmissão de sinal digital dos canais de televisão aberta.

Isso ainda é restrito a algumas cidades, mas até 2013 o sinal digital deve chegar a todos os municípios do Brasil.

No Japão a TV digital começou a ser implantada em 2003 e após três anos todas as capitais já aproveitavam a novidade. A previsão é que a TV analógica seja desativada até o fim de 2011. Os Estados Unidos iniciaram a adoção da TV digital um ano antes de Japão e vai finalizar a transição ainda em 2009; o mesmo acontecerá com a Dinamarca.

Com a ajuda de um conversor de sinal analógico em digital (também chamado de set top box), é possível usar as antigas TVs de tubo para assistir - nas cidades onde o sistema já funciona - aos programas prediletos de alguns canais abertos no sistema digital. Só que isso não quer dizer muita coisa.

Com uma televisão de tubo, o sinal digital tem apenas o poder de melhorar a imagem analógica, ou seja, chuviscos, sombras e chiados desaparecem, só que o telespectador ainda assim não está próximo de aproveitar a melhor qualidade de imagem. Para isso, terá que comprar uma televisão de alta definição, também conhecida como HDTV.

A HDTV é muito mais que um sinal de qualidade. Nessa tecnologia estão envolvidos investimentos por parte das emissoras que precisam de câmeras filmadoras de alta definição, estúdios bem preparados porque nas imagens em alta definição não escapam falhas estéticas, edição e tratamento de imagens em alta definição.

Parte da programação já recebe esse tratamento especial da produção à finalização das imagens. Então, para desfrutar da melhor imagem é preciso comprar uma televisão HD e usar um conversor. Também dá para assinar algum serviço entre as operadores que oferecem pacotes de canais em alta resolução e ter em casa programação de alguns canais abertos e fechados.

Comprar uma televisão HD sem receber a transmissão digital significa mais dor de cabeça do que imagens espetaculares. Isso porque as televisões mais modernas têm a tela mais larga (widescreen) e quando recebe o sinal da televisão convencional analógica, automaticamente estica a imagem para que esta se adapte à largura do televisor, deformando o conteúdo.



Outra característica importante é a relação de aspecto. Nas televisões de tubo o aspecto é de 4:3. Isso quer dizer que a imagem é projetada na tela numa relação de 4 unidades de largura por 3 de altura. Nos aparelhos de alta definição, essa relação é de 16:9, o que resulta em ganho de imagem lateral.

O advogado Eduardo Lemos Prado de Carvalho, de São José dos Campos, São Paulo, diz que está satisfeito com a assinatura há três meses de um pacote de canais em HD, mas que o serviço ainda precisa melhorar.

- As imagens são muito boas. É muito bom ver futebol em alta definição e às vezes até gravo partes da programação, só que ainda existem poucos canais em HD, o que torna o preço do pacote caro. Os de TV aberta têm qualidade de imagem inferior.

Veja Relacionados:  HDTV, TV digital
HDTV  TV digital 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping