R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Tecnologia e Ciência/Notícias

Icone de Tecnologia e Ciência Tecnologia e Ciência

publicado em 08/10/2011 às 14h02:

Empresas lucram vendendo
até cerveja gelada pelo Twitter

Super-herói-motoboy entrega bebida ao ser chamado pela rede social

João Varella, do R7

Publicidade

Quando um chamado chega à Sala da Justiça, todos os heróis estão preparados para reagir imediatamente. Eles sabem que os pedidos de socorro precisam ser atendidos rapidamente. 

Leia mais notícias do dia

Essa é a missão da pequena empresa Disque Gelada, que tem nove funcionários e atende seus chamados por redes sociais como Twitter e por telefone. Prometem levar as bebidas na temperatura ideal na área de entrega, na capital paulista. Pequena empresa, o Disque Gelada segue uma tendência já consolidada nos EUA de usar as redes sociais para divulgar e fazer negócios.

Adriano Lima, um dos fundadores, diz que a empresa lucra com a Lei Seca, que aumentou a fiscalização a motoristas que dirigem sob efeito de bebida alcoólica.

– O Disque Gelada nasceu basicamente para atender a necessidade daqueles que não podem ou não querem sair de casa para beber, uma necessidade que foi ampliada bruscamente com a Lei Seca.

Para fazer a imagem de “salvadores de festas” ficar clara, os entregadores, que atendem a até 30 pedidos por semana, usam uniformes de super-heróis. Atualmente, mais de 1.500 usuários seguem o perfil da empresa no Twitter e mais de 500 “curtiram” a página no Facebook.

E grandes

Outra empresa que vai aproveitar as redes sociais para fazer negócio é a Magazina Luiza. Durante o evento Digital Age, que aconteceu na semana passada em São Paulo, o diretor de marketing da empresa, Frederico Trajano, anunciou um aplicativo para as pessoas recomendarem produtos da empresa nas redes sociais Orkut e Facebook.

É uma espécie de venda porta a porta nas redes sociais. O usuário que conseguir vender um produto ganha uma comissão que chega a até 4% do valor do produto.

Batizada de Magazine Você, a plataforma ainda não está aberta – segundo Trajano, testes internos estão sendo realizados ainda.

EUA 

Analistas apontam que o Brasil deve seguir a tendência já consolidada nos EUA de colocar as redes sociais como uma espécie de balcão de serviços. A Package Track, por exemplo, mandava por meio de mensagem no Twitter (Direct Message) o status das encomendas enviadas por Fedex, UPS, entre outras empresas de encomendas.

Até mesmo vendedores ambulantes norte-americanos já aproveitam as oportunidades da rede social. O vendedor de bebidas e comidas de estádios de Seattle Kevin Zelko, que se apresenta como Mariners Beervendor nas redes sociais, atende aos pedidos dos fãs por meio do Twitter.

Consultora dá o caminho das pedras

As redes sociais são um diferencial competitivo para as empresas. Porém, uma vez nelas, o empreendedor deve ter consciência que o trabalho em sua presença virtual é diário, afirma Clarisse Barreiros, consultora do Sebrae de São Paulo .

Para Clarisse, a internet potencializa o boca a boca. Ao invés de um comentário ficar restrito a um pequeno grupo de amigos, as redes sociais têm o poder de reverberar a opinião para milhares de pessoas. Para o bem ou para o mal.

- Fazer uma divulgação ruim na internet é um tiro no pé. Aquela lógica de “fale bem, mas fale de mim” não funciona. A empresa deve perseguir que as pessoas falem bem.

A consultora afirma que as empresas devem fazer planejamentos tendo claros seus objetivos. Depois, é importante estar 100%, diz Clarisse.

- Não dá para atualizar uma semana e depois esquecer do perfil.

Sobre as atualizações, Clarisse diz ser importante dosar as postagens. No caso de uma empresa com uma promoção temporária, lembrar os usuários de hora em hora pode ser importante. Porém, se a divulgação visa apenas fortalecer a marca, os disparos podem ser mais esparsos.

Um termômetro importante para saber se as atualizações estão sendo bem recebidas é o próprio grupo de contatos do perfil da marca. Para Clarisse, a empresa não pode esquecer que as redes sociais são uma via de mão dupla.

Dicas
 

 Atualizações Ações temporárias exigem mais postagens para lembrar o seu público. Mensagens que visam fortalecer a marca podem esperar um pouco mais.
 Planejamento É importante ter o objetivo do que se quer com o perfil bem claro e não perder esse foco.
SAC Os contatos na rede são o melhor termômetro para saber se seu perfil está indo bem ou não. Fique atento.
Diário Deixar um perfil esquecido na internet faz mais mal do que bem para a sua marca.


 
Veja Relacionados:  Twitter
Twitter 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping