R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Tecnologia e Ciência/Notícias

Icone de Tecnologia e Ciência Tecnologia e Ciência

publicado em 23/04/2011 às 06h00:

Supermercados e governo vão lançar
programa para eliminar sacolas plásticas em SP

Projeto piloto com embalagem paga funciona e consegue aprovação das grandes redes

Raphael Hakime, do R7 em Comandatuba*

Publicidade

Os supermercados e o governo de São Paulo vão lançar um programa conjunto para acabar com as sacolas plásticas oferecidas no comércio varejista no Estado, segundo o presidente da Apas (Associação Paulista de Supermercados), João Galassi. O anúncio oficial da campanha deverá ser feito na feira da entidade, marcada para o dia 9 de maio.

O processo para retirar as embalagens plásticas foi inspirado no projeto-piloto “Chega de Sufocar o Planeta” da cidade de Jundiaí, e começou em agosto de 2010.Com o apoio da prefeitura da cidade, os donos de supermercados da cidade distribuíram uma carga de sacolas retornáveis para a população e deixaram de oferecer a sacola plástica gratuita.

Quando acabaram as embalagens retornáveis, os supermercados passaram a vender as sacolas padronizadas por R$ 1,80, explica Galassi.

- Para quem esquecia a sacola em casa, colocamos à disposição uma sacola plástica feita à base de milho, que leva dois meses para desaparecer e custa R$ 0,19. 

A iniciativa, segundo o presidente da Apas, ganhou a aprovação de 75% dos moradores da cidade e, no primeiro mês, 80 t de sacolas plásticas deixaram de circular. Enquanto isso, lembra Galassi, foram vendidos 20 t extras de sacos de lixo comuns, que são descartáveis.

O governo do Estado tomou conhecimento e gostou do resultado. Por isso, resolveu apostar na iniciativa dos supermercados de Campinas, mas, como condição, pediu pelo menos seis meses para conscientizar a população, explica Galassi. 

- Nós vamos colocar cartazes e banners nos supermercados, enquanto o governo fará a conscientização nas escolas e órgãos públicos. Vale lembrar, no entanto, que não será feita uma lei específica para isso.

A ideia deverá tomar corpo nos próximos dias, já que as grandes redes varejistas- como Pão e Açúcar, Walmart e Carrefour - já aprovaram a medida, diz o presidente da associação.

* O jornalista viajou a convite do Lide (Grupo de Líderes Empresariais)


Veja Relacionados:  sacolas plásticas, são paulo,
sacolas plásticas  são paulo 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping