R7 - Notícias

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Notícias/Tecnologia e Ciência/Notícias

Icone de Tecnologia e Ciência Tecnologia e Ciência

publicado em 11/12/2012 às 01h00:

Visitantes poderão experimentar 4G durante a Campus Party 2013

A organização do evento ainda aguarda autorização da Anatel para teste

Tiago Alcantara, do R7


Publicidade

Duas novidades devem animar os geeks que estão pensando em participar da sexta edição da Campus Party: a possibilidade de testar a velocidade do 4G e aparecer no mercado de trabalho usando a rede social do evento. Durante coletiva para a imprensa nesta segunda-feira (10), o presidente da Telefônica, Antonio Carlos Valente, explica que há uma possibilidade de disponibilizar a tencologia para os ampuseiros, porém é necessária uma autorização da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

— Se conseguirmos a autorização vamos fazer una ativação controlada. Mas, para isso, precisamos de uma licença experimental restrita ao ambiente da experiência da Vivo.

Telefônica Vivo fecha contrato com fornecedores de 4G

Brasil faz sua primeira transmissão 4G; entenda a tecnologia

Apesar desta oportunidade, quem tem tablets e ultrabooks sem saída de rede pode ficar na mão em relação ao uso da internet no evento. Isto em razão do evento não oferecer conexão Wi-Fi. Paco Ragageles, presidente da Futura Networks e cofundador da Campus Party, deixa claro que a limitação é técnica: "[usar Wi-Fi] é impossível no ambiente aberto. O melhor é o cabo. Wi-Fi não dá para uma experiência boa."

Ragageles ainda explicou que a rede social, chamada de "Campuse.ro", deve servir como fórum para o "esquenta" dos campuseiros e também como celeiro de talentos para as empresas ligadas no evento.

— [Queremos] transformar o que acontece durante uma semana em todo o tempo online. As empresas vão encontrar formas de entrar em contato com os geeks.

Infraestrutura e segurança

Outros pontos abordados durante o encontro com jornalistas foi a segurança dos visitantes e a possibilidade de apagões ou acidentes em função das fortes chuvas que costumam ocorrer durante o verão - época em quem o evento é realizado. Ragageles preferiu tratar o assunto com humor:

— Esperamos que não chova (risos).

Já os cuidados com segurança foram levados em tom mais sério por Mario Teza, diretor geral da Futura Networks. Segundo Teza, a organização da Campus Party tomou uma série de medidas para evitar os furtos de equipamentos.

— Nós aprendemos como funciona o contexto do Anhembi. Ele nos permite uma qualidade e uma interação muito boa com o público. Nós vamos melhorar a segurança. Já sabemos como as coisas acontecem, serão menores [os incidentes de furtos].

 

 

 

Quer ler mais notícias? Clique aqui
Leia mais notícias de Tecnologia no R7
Leia mais notícias de Saúde no R7
Faça seu e-mail @R7. É grátis!
Venha para o R7 Banda Larga!

 
Veja Relacionados:  campus party, 4G
campus party  4G 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping