Bahia Gata de estimação é morta a tiros por vizinho em Teixeira de Freitas (BA)

Gata de estimação é morta a tiros por vizinho em Teixeira de Freitas (BA)

Dona do animal contou que o vizinho teria matado outro gato dela

Gata de estimação é morta a tiros por vizinho em Teixeira de Freitas (BA)

Mulher contou à polícia que estava em casa quando ouviu o disparo da arma de fogo

Mulher contou à polícia que estava em casa quando ouviu o disparo da arma de fogo

Reprodução/Record Bahia
Também em Teixeira de Freitas, um policial militar matou um cão buldogue francês da vizinha a tiros

Também em Teixeira de Freitas, um policial militar matou um cão buldogue francês da vizinha a tiros

Reprodução/Record Bahia

Uma gatinha de estimação foi morta a tiros, no município de Teixeira de Freitas, no extremo sul da Bahia. A dona do animal, que não teve nome divulgado, prestou queixa na delegacia da região horas após o crime, e acusa um vizinho de ter matado o bicho.

Leia mais notícias no R7 BA

Experimente grátis toda a programação da Record no R7 Play

A mulher contou à polícia que estava em casa quando ouviu o disparo da arma de fogo e que, quando chegou ao quintal, já encontrou a gata sem vida. Em depoimento, a dona do animal contou que o vizinho teria matado outro gato de estimação dela com veneno.

O suspeito vai ser intimado a prestar depoimento e, se for confirmado o crime, o vizinho pode responder pela morte do animal. 

Cão morto por PM

No mês de junho, também em Teixeira de Freitas, um policial militar matou um cão buldogue francês da vizinha a tiros depois que o animal fez xixi no gramado da casa dele. A mulher passeava com o cachorro no condomínio onde morava quando foi surpreendida pelo militar.

A câmera de segurança registrou o momento em que o cachorro foi morto. As imagens mostram a dona do animal andando pelo condomínio com dois cachorros. O PM se aproximou e disparou. A mulher ainda conseguiu carregar um dos cães e correr, mas o outro foi atingido pelos tiros. Já baleado, o cão correu em direção ao PM e ele atirou mais vezes no animal, que morreu no local. Dias após o crime, o tenente foi afastado das funções pela Polícia Militar.