Bahia Jovem é preso após assaltar e tentar beijar mulher à força em bairro nobre de Salvador

Jovem é preso após assaltar e tentar beijar mulher à força em bairro nobre de Salvador

Na delegacia, Magno aproveitou o momento para mandar um recado para a mulher

Jovem é preso após assaltar mulher e tentar beijá-la à força em bairro nobre de Salvador

Magno Silva Ribeira Santos, 22 anos, foi surpreendido pela Polícia Militar na rua Maranhão

Magno Silva Ribeira Santos, 22 anos, foi surpreendido pela Polícia Militar na rua Maranhão

Reprodução/ Record TV Itapoan

Um jovem foi preso em flagrante suspeito de assaltar e tentar beijar a vítima no bairro da Pituba, área nobre da capital baiana. Magno Silva Ribeira Santos, 22 anos, foi surpreendido pela Polícia Militar na rua Maranhão. Ele é suspeito de matar uma pessoa.

A polícia informou que Magno assaltou uma moradora do bairro e, durante a ação, tentou beijá-la à força. Ele foi autuado pelo crime de estupro.

Leia mais notícias no R7 BA

Experimente grátis toda a programação da Record no R7 Play

O jovem foi conduzido para a 1ª DT (Delegacia Territorial), dos Barris, onde negou que tivesse tentado beijar a vítima e afirmou que a polícia tinha dado essa versão porque ele matou um policial militar durante um assalto em 2011.

— Eu tenho minha mulher, não tem precisão de pegar ele à força.

O suspeito contou que participou do crime, mas não foi o autor do disparo que matou a vítima, lotada na 17ª CIPM (Companhia Independente da Polícia Militar). Na época, ele era menor de idade e cumpriu medida socioeducativa.

O jovem afirmou que estava com fome e pediu R$ 5 para comprar comida, mas a mulher teria dito que daria R$ 25. 

— Eu falei pra ela: "bom dia!", fui educado. Falei pra ela: "você é a linda rosa que falta em meu jardim", eu falei palavras de amor.

Mesmo diante das graves acusações, Magno aproveitou o momento para mandar um recado para a mulher, Vanessa: “Ela sabe que eu amo ela” (sic). O jovem ainda ameaçou a companheira caso fosse traído.

— Se me trair a chapa é quente.

O titular da 1ª DT/Barris, Lúcio Uburacy afirmou que o jovem é perigoso e frio.

— Na rua, ele não poupa ninguém. Isso com a arma na mão é problema sério.

    Access log