Ministério Público confirma supostas irregularidades em estação do metrô de Salvador

De acordo com o MP, a unidade do bairro de Mussurunga tem "problemas de acessibilidade e segurança da população"

Problemas foram constatados durante vistorias feitas nesta segunda-feira (9)
Problemas foram constatados durante vistorias feitas nesta segunda-feira (9) Divulgação / CCR Metrô Bahia

Em nota enviada à imprensa na tarde desta segunda-feira (9), o Ministério Público da Bahia afirma que constatou "problemas de acessibilidade e segurança da população do bairro de Mussurunga [em Salvador] e comunidades adjacentes para o uso do sistema público de transporte". As supostas irregularidades foram identificadas pelo órgão em vistorias feitas pela manhã desta segunda.

O documento diz ainda que "foram confirmados problemas pontuais já apresentados ao MP por representantes de associações de moradores no último dia 25. Entre eles, estão uma acessibilidade insatisfatória, pois é bastante estreito o passeio utilizado pelos usuários para se deslocarem até a estação de ônibus e à passarela que dá acesso à estação do metrô; a falta de estacionamento para carros, o que tem levado as pessoas a deixarem o veículo na rua em locais sem iluminação e segurança; e espaço de manobra para os ônibus insuficiente em horários de alta demanda, o que tem gerado atrasos consideráveis nos deslocamentos dos passageiros entre a estação e suas residências".

A nota termina apontando carências em outros equipamentos públicos. "A relocação de um campo de futebol, com infraestrutura precária (sem locais de sombra, bebedouro ou bancos), que hoje não serve adequadamente para a recreação das crianças, poderia resolver o problema da falta de espaço suficiente de manobra dos ônibus", afirma o Ministério. 

Procurada, a CCR Metrô Bahia disse não ter recebido nenhum documento oficial do Ministério Público, mas que “coloca-se à disposição para auxiliar e apoiar as autoridades competentes no que for possível e necessário”.

Até a última atualização desta reportagem, o R7 e a RecordTV Itapoan não obtiveram retorno da Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob).

Leia mais do R7 Bahia, portal de notícias da RecordTV Itapoan