'A verdade foi dita, exposta em vídeo', afirma Sérgio Moro

Ex-ministro da Justiça acusa o presidente Jair Bolsonaro de tentar interferir na Polícia Federal ao longo da reunião do dia 22 de abril 

Moro diz que suas acusações foram comprovadas

Moro diz que suas acusações foram comprovadas

Marcello Casal Jr/Agência Brasil – 13.04.2020

O ex-ministro da Justiça Sérgio Moro escreveu em sua conta em uma rede social nesta sexta-feira (22) que “a verdade foi dita” no vídeo da reunião ministerial divulgado pelo ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal).

"A verdade foi dita, exposta em vídeo, mensagens, depoimentos e comprovada com fatos posteriores, como a demissão do Diretor Geral da PF e a troca na superintendência do RJ”, afirmou Moro.

Leia mais: ‘Mais uma farsa desmontada’, diz Bolsonaro sobre vídeo

Para o ex-ministro, cabe a cada um dos brasileiros fazer sua própria avaliação a respeito dos demais temas exibidos nos trechos revelados pelo ministro do Supremo.

A liberação do vídeo atende a um pedido da defesa do ex-ministro para apurar supostas tentativas de intervenção na PF (Polícia Federal) que, segundo Moro, ocorreram ao longo do encontro ministerial do dia 22 de abril.