Brasil Ação da PF contra garimpo ilegal acaba sem presos no Amazonas

Ação da PF contra garimpo ilegal acaba sem presos no Amazonas

Autoridades desativaram quatro dragas e três balsas, apreenderam objetos e documentos e coletaram amostras de água e material biológico

  • Brasil | Do R7

Operação teve duração de três dias

Operação teve duração de três dias

Tomaz Silva/Agência Brasil

A PF (Polícia Federal) encerrou uma operação contra garimpo ilegal no Rio Boia e afluentes, em Jutaí (AM), sem presos, neste domingo (20). 

A operação foi coordenada pela Delegacia de Polícia Federal em Tabatinga (AM) e teve duração de três dias. Houve participação de 32 policiais federais. 

Segundo a PF, a operação Minamata tem como objetivo a proteção e preservação da Amazônia e dos demais biomas, bem como das terras indígenas. As investigações da PF apontam fortes indícios de que a bacia hidrográfica e a fauna da região foram atingidas por mercúrio, metal líquido utilizado no processo da extração do ouro.

Durante a operação, foram desativadas quatro dragas e três balsas, nas quais havia cerca de 50 mil litros de diesel e de gasolina e que eram utilizadas como centro logístico para a distribuição de combustível.

A PF também apreendeu objetos e documentos, coletou amostras de água e material biológico humano para avaliar a contaminação no meio ambiente e nos habitantes da região. 

Últimas