Advogado ter hospedado Queiroz não configura crime

Ex-assessor estava há um ano em escritório de Frederick Wassef em Atibaia, no interior de São Paulo

Queiroz foi preso na quinta-feira (18)

Queiroz foi preso na quinta-feira (18)

Antonio Lacerda/EFE - 18.06.2020

Especialistas em Direito Penal ouvidos pelo Estadão dizem que, até o momento, é improvável que o advogado Frederick Wassef responda na Justiça por hospedar o ex-assessor Fabrício Queiroz em Atibaia. A possibilidade de imputação de obstrução de Justiça depende de provas contra o advogado.

Juristas ressaltaram que Queiroz não estava foragido e que, apesar da situação "muito estranha", o fato de Wassef tê-lo abrigado não é ilegal. Essa é a opinião do criminalista Fernando Castelo Branco, do Instituto de Direito Público.

Já o advogado Gustavo Badaró, professor da Universidade de São Paulo (USP), vê "mais dano político do que jurídico" na prisão - embora não descarte possíveis acusações contra Wassef. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.