Alcolumbre diz que governo não tem base para privatizar Eletrobras

Para o presidente do Senado,  o distanciamento do Executivo com o parlamento tem dificultado a recuperação da economia

Alcolumbre: governo deve pensar em outras empresas

Alcolumbre: governo deve pensar em outras empresas

Roque de Sá/Agência Senado

Para o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), o governo não tem base para aprovar a privatização da Eletrobras no Congresso. A maioria dos senadores do Norte e do Nordeste - regiões que ocupam a maioria das cadeiras no Senado - é contrária à desestatização da companhia, afirmou.

Diante disso, o governo teria de começar a agenda de privatizações por outras empresas que - na visão dele - enfrentam menos resistências no tema, como os Correios. "Não pode começar por Eletrobras. O governo não tem base, a dificuldade é isso também", declarou, em evento em Brasília.

"O governo não tem uma base sólida para defender as suas pautas porque não quis construir. O governo tem que entender que o Senado tem o seu tempo próprio e é isso que vai acontecer diante das privatizações."

Alcolumbre defendeu que as privatizações sejam discutidas no Congresso "caso a caso". E ainda criticou o formato de articulação política do governo. Na opinião dele, o distanciamento do Executivo com o parlamento tem dificultado a confiança dos investidores e prejudicado a recuperação da economia.