Apagões pelo Brasil

Brasil Amapá teve três quedas de energia em segundo apagão, diz ministério

Amapá teve três quedas de energia em segundo apagão, diz ministério

De acordo com a pasta, a quantidade de fornecimento de luz voltou ao patamar verificado antes dos incidentes de terça-feira; rodízio continua

  • Brasil | Do R7

Órgãos tentam entender causa do novo apagão

Órgãos tentam entender causa do novo apagão

Divulgação/Eletronorte

O Ministério das MInas e Energia afirmou que o novo apagão no Amapá, ocorrido na noite de terça-feira (17), se deu após três quedas seguidas de energia no Estado.

Segundo a pasta, a primeira interrupção, de 183 megawatts de carga, foi registrada às 20h27, em virtude do desligamento automático do transformador da subestação de Macapá e da Usina Hidrelétrica Coaracy Nunes.

De acordo com a companhia Eletronorte, a sobrecarga da hidrelétrica Coaracy Nunes foi a responsável pelo apagão.

Também em nota, o ONS (Operador Nacional do Sistema) "identificou que os desligamentos podem ter sido causados no momento da energização da linha de transmissão Santa Rita - Equatorial, em 69 KV. A linha está sendo mantida desligada até avaliação a ser realizada pela CEA [Companhia de Eletricidade do Amapá], distribuidora local", acrescenta o ONS.

Inicialmente, foi informado que a linha era administrada pelo Grupo Equatorial Energia. A linha, no entanto, é de responsabilidade da CEA.

Senador pede cancelamento de concessão de energia após segundo apagão

"No processo de retomada do fornecimento de energia, houve dois novos desligamentos ocorridos às 21h03 e 21h20", explicou o ministério, que diz ainda que é preciso investigar a razão do incidente.

Voltou ao estágio anterior

A retomada da energia nos 13 municípios amapaenses que ficaram sem luz começou às 21h26 e, no momento, diz a pasta, a região já recebe 80% da carga total, mesmo patamar verificado antes do segundo apagão. 

Os municípios voltam então a enfrentar o rodízio com interrupção do fornecimento de energia a cada três horas.

"Nos próximos dias o sistema de energia elétrica terá um acréscimo de geração com a instalação dos geradores que chegaram em Macapá. Além desses geradores, um transformador foi transportado de Laranjal do Jari/AP para a capital do Amapá e chegou ao Porto de Santana", anuncia a nota oficial da pasta.

O Ministério de Minas e Energia afirma que "está envidando todos os esforços para a recomposição do fornecimento de energia elétrica para todos os consumidores do Amapá, o mais rápido possível" e promete punir or responsáveis pelo drama dos moradores do Estado.

Aneel cobra fim de apagões

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) informa que enviou ofícios o ONS, CEA (Companhia de Eletricidade do Amapá) e para a Linhas de Macapá Transmissora de Energia (LMTE) cobrando explicações sobre a ocorrência da última terça-feira.

Nos documentos, segundo a nota à imprensa, a Aneel cobra ainda ações para que tais ocorrências não se repitam.

Últimas