Brasil Aneel aprova reajuste médio de 8,98% nas tarifas da Coelba

Aneel aprova reajuste médio de 8,98% nas tarifas da Coelba

Para os consumidores de alta tensão o reajuste médio será de 12,28%. Já para os atendidos em baixa tensão será de 7,82%

Agência Estado
Uma série de medidas foram consideradas na tentativa de atenuar o valor do reajuste

Uma série de medidas foram consideradas na tentativa de atenuar o valor do reajuste

Reprodução Coelba

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou nesta quinta-feira (22), reajuste médio de 8,98% na conta de luz dos consumidores atendidos pela Coelba (Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia). Para os consumidores de alta tensão, como os industriais, o reajuste médio será de 12,28%. Já para os comerciais e residenciais, atendidos em baixa tensão, o aumento médio será de 7,82%.

Segundo a agência reguladora, contribuíram para o reajuste os valores relativos aos encargos setoriais, influenciados pelo pagamento do empréstimo da conta-Covid, os custos de transmissão e o aumento nos custos de aquisição de energia.

Uma série de medidas foram consideradas na tentativa de atenuar o valor do reajuste a ser aplicado neste ano. Entre elas, a Aneel considerou a reversão dos recursos da conta-Covid, que totalizou um impacto total estimado de -5,87%.

Também contribuíram para amenizar o reajuste a alteração no cronograma de pagamento de indenizações às transmissoras e o abatimento de créditos tributários devido ao pagamento indevido de PIS e Cofins pelos consumidores no passado.

Os novos valores devem entrar em vigor a partir deste dia 22, e, por isso, devem ser confirmados no Diário Oficial ainda nesta quinta-feira.

Últimas