Após 20 dias, Bolsonaro volta ao trabalho no Palácio do Planalto

Agenda do presidente desta segunda-feira tem reunião presencial com o ministro Paulo Guedes; durante isolamento, encontros eram virtuais

Presidente Jair Bolsonaro durante passeio de moto no sábado (25)

Presidente Jair Bolsonaro durante passeio de moto no sábado (25)

MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente Jair Bolsonaro volta nesta segunda-feira (27) a trabalhar no Palácio do Planalto. Depois de 20 dias de isolamento no Palávio da Alvorada, residência oficial, por causa do dianóstico positivo de covid-19, Bolsonaro terá agenda com o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Leia também: A pedido de Bolsonaro, AGU aciona STF sobre liberdade de expressão

O presidente Jair Bolsonaro postou em redes sociais no sábado (25) que novo exame deu negativo para covid-19. Diagnosticado no dia 7 de julho com a covid-19, Bolsonaro fez o último teste na sexta-feira (24). 

O RT-PCR, que o presidente citou em sua postagem, é o principal teste diagnóstico para identificar a presença ativa do novo coronavírus no organismo. No início da semana, ele havia feito exame e o resultado, divulgado na quarta-feira (22), tinha sido positivo. Segundo a Secretaria Especial de Comunicação Social, Bolsonaro segue com "boa evolução de saúde".

A expectativa é que o presidente retome viagens pelo país. Em recente live pelas redes sociais, ele disse que visitaria Baixada Santista e Vale do Ribeira. Na semana que foi diagnosticado com covid-19, foram adiadas uma viagem para inaugurar obras na Bahia e uma visita a um posto da Polícia Rodoviária Federal no interior de Minas Gerais.