CPI da Covid

Brasil Após apresentação de atestado, Aziz convoca reverendo para perícia

Após apresentação de atestado, Aziz convoca reverendo para perícia

Junta Médica do Senado vai avaliar se Amilton Gomes de Paula realmente não têm condições de comparecer a depoimento

  • Brasil | Gabriel Croquer, do R7

Amilton Gomes terá que trazer documentação para comprovar atestado médico

Amilton Gomes terá que trazer documentação para comprovar atestado médico

Edilson Rodrigues/Agência Senado - 29.06.2021

O presidente da CPI da Covid, senador Omar Aziz (PSD-AM), reagiu ao pedido do reverendo Amilton Gomes de Paula para faltar a seu depoimento apresentando atestado médico e convocou o religioso para perícia médica no Senado Federal, para comprovar se ele realmente não tem condições físicas de depor. 

Em resposta ao pedido de Aziz, o Serviço de Junta Médica do Senado convocou Amilton Gomes a comparecer à perícia às 15h desta terça-feira (13). "O Sr. Amilton Gomes de Paula deverá trazer toda a documentação relacionada ao caso: exames laboratoriais e de imagem, relatórios médicos", escreve no pedido o presidente da Junta Médica do Senado, Bruno Andrade Jess. 

O reverendo, que é presidente da Senah (Secretaria Nacional de Assuntos Humanitários), tem depoimento à CPI marcado para esta quarta-feira (14). A cúpula da CPI investiga a participação dele na compra de 400 milhões de doses da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca por meio da empresa Davati.

Segundo documentos reunidos pelos senadores da CPI, ele ainda teria tido o aval do ex-diretor do Departamento de Imunização do Ministério da Saúde, Laurício Monteiro Cruz, para participar das tratativas.

A negociação foi alvo da última denúncia de corrupção na compra de vacinas no governo Bolsonaro, depois que o representante da Davati, Luiz Dominguetti, afirmou que o ex-diretor do Ministério da Saúde Roberto Dias teria pedido propina de US$ 1 por dose comprada.

O episódio também trouxe suspeitas porque a Astrazeneca negocia diretamente com o governo e não trabalha com intermediárias, como a empresa Davati e seus representantes alegam ser.  

A próxima reunião da CPI no Senado será nesta terça-feira (13) para ouvir o depoimento de Emanuela Medrades, diretora técnica da Precisa Medicamentos.

Veja a agenda da CPI nos próximos dias

Terça-feira (13) - Emanuellle Medrades

Quarta-feira (14) - Reverendo Amilton Gomes de Paula

Quinta-feira (15) - Coronel Marcelo Blanco

Sexta-feira (16) - Cristiano Carvalho (Davati)

Terça-feira (20) - Deputado federal Ricardo Barros.

Últimas