Operação Lava Jato

Brasil Após fim, Lava Jato tem 257 processos em tramitação no STF

Após fim, Lava Jato tem 257 processos em tramitação no STF

Balanço foi divulgado pelo ministro Edson Fachin, que foi relator na Corte de processos da operação envolvendo a Petrobras

  • Brasil | Do R7

O ministro Edson Fachin, do STF

O ministro Edson Fachin, do STF

Fellipe Sampaio /SCO/STF 20.02.2020

O STF (Supremo Tribunal Federal) abriga 257 processos relativos à Operação Lava Jato e ainda em tramitação, segundo balanço divulgado nesta segunda-feira (8) pelo ministro Edson Fachin.

A divulgação ocorre dias após o MPF (Ministério Público Federal) confirmar que a operação deixou de existir neste mês, após decisão da PGR (Procuradoria-Geral da República) de encerrar o prazo na qual a força-tarefa poderia operar. Cinco dos 15 integrantes da força-tarefa continuarão atuando em casos da Lava Jato, mas dentro de outra divisão do MPF, o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

Fachin atuou como relator no STF dos casos ligados ao esquema de desvios na Petrobras, principal investigação da Lava Jato. No balanço divulgado nesta segunda, o ministro fez uma comparação entre as ações da força-tarefa na primeira instância e no Supremo Tribunal Federal.

Os 257 processos ainda tramitando são um dado de 17 de dezembro, pouco antes de a Corte entrar em recesso e passar a funcionar em esquema de plantão judiciário. As sessões foram retomadas na semana passada.

Desde 2014, quando a Lava Jato começou, a Corte produziu um total de 221 mandados de busca e apreensão, 12 prisões preventivas, duas prisões temporárias, 29 denúncias, 102 pessoas acusadas e quatro condenações.

Na primeira instância, no Paraná, a força-tarefa somou 1.450 mandados de busca e apreensão, 132 prisões preventivas, 163 prisões temporárias, 130 denúncias, 533 pessoas acusadas e 278 condenações.

Últimas