Apagões pelo Brasil

Brasil Após novo apagão no AP, senador vai à Justiça contra Aneel e ONS

Após novo apagão no AP, senador vai à Justiça contra Aneel e ONS

Randolfe Rodrigues afirma que falha indica que o sistema elétrico do Estado "está em péssimas condições de funcionamento"

Agência Estado
Randolfe cobra explicações no período de 48 horas

Randolfe cobra explicações no período de 48 horas

Roque de Sá/22.02.2017/Agência Senado

O líder da Rede no Senado, Randolfe Rodrigues (AP), foi à Justiça para pedir explicações da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) e do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) sobre o blecaute que atingiu o Amapá. Um problema na rede de transmissão deixou ao menos 13 dos 16 municípios sem energia elétrica durante a tarde desta quarta-feira (14).

A falha aconteceu dois meses após uma crise energética que prejudicou o fornecimento de energia no Estado por mais de 20 dias. Na ocasião, uma decisão judicial chegou a afastar a diretoria dos órgãos setoriais.

Leia mais: Novo apagão deixa 13 cidades do Amapá sem energia elétrica

Na petição protocolada nesta quinta-feira (14), o parlamentar afirma que, mesmo que a falha tenha sido corrigida rapidamente, é um termômetro indicativo de que o sistema elétrico do Estado "está em péssimas condições de funcionamento". "Sequer energia elétrica estável e confiável parece haver no Amapá."

Com base nesse argumento, ele pede que a Justiça determine prazo de 48 horas para que a Aneel, o ONS e a LMTE (Linhas de Macapá Transmissora de Energia), responsável pelo equipamento que apresentou problema, expliquem as causas e medidas tomadas para resolver o blecaute.

"Assim como providências tomadas e planejadas para evitar que os referidos problemas continuem a gerar instabilidade no sistema elétrico, sob pena de multa diária em valor razoável fixado pelo Juízo", solicita o senador.

Últimas