Novo Coronavírus

Brasil Após quatro meses, Brasil tem 20% da população vacinada para covid

Após quatro meses, Brasil tem 20% da população vacinada para covid

Segunda dose, porém, foi aplicada em pouco menos de 10% da população em meio a problemas com insumos e entregas

  • Brasil | Gabriel Croquer, do R7

Brasil tem meta de imunizar totalmente os grupos prioritários até setembro deste ano

Brasil tem meta de imunizar totalmente os grupos prioritários até setembro deste ano

Shahzaib Akber/EFE/EPA - 24.05.2021

Pouco mais de quatro meses desde o início da vacinação no Brasil, o governo Bolsonaro atingiu nesta segunda-feira (24) a marca de 42.510.904 vacinados contra a covid-19, o que equivale a 20,08% da população. Os totalmente imunizados, com as duas doses, somam 20.932.747 de brasileiros (9,89%). 

O país atinge a marca em meio a problemas com a falta de IFA (Instituto Farmacêutico Ativo) para a fabricação de vacinas nos principais produtores: a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) e o Instituto Butantan. Os atrasos em maio começaram a ser resolvidos a partir da última semana, com a chegada das remessas da China. 

Em junho, a expectativa do governo é repor a entrega de vacinas da Fiocruz e Butantan com a chegada dos insumos e receber até 12 milhões de vacinas da Pfizer. As vacinas Sputnik V e Covaxin, que já têm juntas 30 milhões de doses compradas pelo governo Bolsonaro, ainda tentam a aprovação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Com estes lotes, o governo tem a meta de imunizar totalmente os grupos prioritários, mais vulneráveis à covid-19, até setembro deste ano. Cerca de 23% desta parte da população já foi vacinada. 

Até o momento, quatro vacinas foram aprovadas no Brasil: Coronavac, Astrazeneca/ Oxford, Pfizer e Janssen. No caso das duas últimas, as entregas começaram há pouco tempo, em quantidades pequenas (Pfizer), ou ainda nem começaram (Janssen). 

Últimas