Brasil Aprovação de Kassio Nunes deve-se à biografia e diálogo, diz Alcolumbre

Aprovação de Kassio Nunes deve-se à biografia e diálogo, diz Alcolumbre

Presidente do Senado avalia que o desembargador "tem todas as condições" para ocupar uma cadeira na Suprema Corte 

Agência Estado
"Tivemos um dia muito importante para essa Casa"

"Tivemos um dia muito importante para essa Casa"

REUTERS/Adriano Machado

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), afirmou na noite desta quarta-feira (21) que a votação expressiva para a indicação do desembargador Kassio Marques para cargo no STF (Supremo Tribunal Federal) deve-se "a biografia e história" dele e conversas com os senadores.

O nome foi aprovado mais cedo pelo Senado por 57 votos a favor, 10 contra e uma abstenção. Para ser confirmado no cargo, era necessário 41 votos.

Leia mais: Kassio Nunes deve ser decisivo em julgamentos penais no STF

"O desembargador já é um magistrado há quase 10 anos. Naturalmente tem todas as condições, como teve para receber a confiança do presidente Jair Bolsonaro em sua indicação, e a confiança do Senado com 57 votos favoráveis", afirmou.

"Tivemos um dia muito importante para essa Casa, que tem assegurada pela Constituição a obrigação de sabatinar o indicado para cargo de ministro do STF."

Logo após deixar o plenário da Casa, Alcolumbre afirmou que as visitas aos gabinetes de parlamentares, conversas de apresentação e jantares também "credenciaram" Marques para ter apoio do plenário nesta quarta-feira (21).

Chico Rodrigues

Questionado sobre quando assinará a autorização para que o suplente assuma o lugar do senador licenciado Chico Rodrigues (DEM-RR), flagrado com dinheiro na cueca, Alcolumbre afirmou que não está pensando no assunto agora.

A vaga pode ser ocupada pelo próprio filho do parlamentar, Pedro Arthur Rodrigues, que tem 30 dias para decidir se quer assumir o posto.

Últimas