Brasil Aras pede investigação contra procuradores da Lava Jato

Aras pede investigação contra procuradores da Lava Jato

A apuração foi requerida pelo presidente do STJ, sobre mensagens que apontariam intenção de investigar ministros da Corte

Reuters - Brasil
Procurador-geral da República, Augusto Aras, em Brasília

Procurador-geral da República, Augusto Aras, em Brasília

Adriano Machado/Reuters-02/10/2020

O procurador-geral da República, Augusto Aras, enviou à Corregedoria do Conselho Nacional do Ministério Público um pedido de investigação contra procuradores da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, informou a assessoria nesta quarta-feira (10), após pedido apresentado na semana passada pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça, Humberto Martins.

A apuração requerida por Humberto Martins tem a ver com troca de mensagens de integrantes da Lava Jato que apontariam uma intenção dos procuradores de investigar ministros do STJ.

Leia também: MPF diz que força-tarefa da Lava Jato 'deixa de existir'

Essas informações foram reveladas em um novo pacote de mensagens da operação Spoofing, que investigou a ação de hackers na obtenção de informações roubadas de celulares de procuradores da Lava Jato.

Os procuradores negam a autenticidade das conversas reveladas pelos hackers e já rejeitaram qualquer intenção de investigar ministros do STJ, por terem foro privilegiado, esses magistrados só poderiam ser alvo de apuração criminal perante o Supremo Tribunal Federal.

Esse material estava em posse da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva que tenta anular condenações da Lava Jato contra ele.

Últimas