Brasil Associação de Juízes Federais repudia ataque de 'vândalos' ao STF

Associação de Juízes Federais repudia ataque de 'vândalos' ao STF

No sábado, um grupo foi até o local e disparou fogos de artifício contra o prédio, além de gritarem palavras de ordem contra membros da Corte

Grupo atirou fogos de artifício contra o Supremo

Grupo atirou fogos de artifício contra o Supremo

Reprodução/Twitter - 13.06.20

A Ajufe (Associação dos Juízes Federais do Brasil) emitiu uma nota oficial, nesta segunda-feira (15), para repudiar o ataque com fogos de artifício ao STF (Supremo Tribunal Federal), cujos autores foram classificados como "vandalos" pela entidade.

"Externamos todo o nosso apoio aos Ministros da Suprema Corte que
também foram ofendidos publicamente nesse ato criminoso e
antidemocrático", diz o comunicado da entidade.

Em seguida, sugeriu rigidez da lei para coibir atos antidemocráticos como o do sábado. "Atitudes violentas e descabidas, orquestradas por uma minoria irresponsável, devem ser reprimidas dentro do rigor da lei", segundo o texto.

No sábado, um grupo de pessoas foi até o prédio do STF (Supremo Tribunal Federal), em Brasília, e dispararam fogos de artifício contra o prédio. Também gritaram palavras de ordem e ofenderam ministros da Corte como Alexandre de Moraes, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski e Gilmar Medes. 

Leia a nota na íntegra:

"NOTA DE REPÚDIO

A Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), repudia veementemente a agressão sofrida pelo Supremo Tribunal Federal na noite do último sábado (13/06) por um pequeno grupo de vândalos.

Externamos todo o nosso apoio aos Ministros da Suprema Corte que também foram ofendidos publicamente nesse ato criminoso e antidemocrático.

A sociedade brasileira respeita a independência dos poderes e acredita na força da democracia. Atitudes violentas e descabidas, orquestradas por uma minoria irresponsável, devem ser reprimidas dentro do rigor da lei.

Os Magistrados Federais exigem que todos os envolvidos diretamente
no ato sejam identificados e punidos com todo o rigor. Estamos
vigilantes e não vamos aceitar afrontas ao Poder Judiciário e à
Constituição da República.

Brasília, 15 de junho de 2020
Eduardo André Brandão
Presidente da Ajufe – Associação dos Juízes Federais do Brasil"

Assista ao vídeo com o ataque ao Supremo:

Últimas