STF

Brasil Até pedras sabem que STF não impediu governo de agir, diz Gilmar

Até pedras sabem que STF não impediu governo de agir, diz Gilmar

Ministro do Supremo se referiu ao presidente Bolsonaro, que afirma ter siso impedido de agir no enfrentamento à covid-19

Agência Estado
Ministro do STF Gilmar Mendes

Ministro do STF Gilmar Mendes

REUTERS/Adriano Machado-22/08/2019

O decano do STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Gilmar Mendes, afirmou nesta sexta-feira (6) que até as pedras sabem que a versão de que o Supremo impediu o governo federal de agir no combate à pandemia do coronavírus não corresponde à realidade.

O presidente Jair Bolsonaro afirma desde o ano passado, de forma incorreta, que foi impedido pelo STF de agir no enfrentamento à covid-19. Na verdade, o STF decidiu em abril de 2020 que "União, Estados, Distrito Federal e municípios têm competência concorrente na área da saúde pública para realizar ações de mitigação dos impactos do novo coronavírus".

A declaração de Gilmar Mendes foi feita em evento com a participação do presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Luís Roberto Barroso, que também é integrante do STF, e do ministro Alexandre de Moraes, também do Supremo.

Barroso e Moraes têm sido os alvos preferidos dos recentes ataques do presidente Jair Bolsonaro à cúpula do Judiciário. O presidente do TSE é atacada por sua defesa da confiabilidade das urnas eletrônicas, contrariando a vontade de Bolsonaro, e Moraes, por ter incluído o presidente no inquérito das fake news.

Últimas