Brasil Bolsonaro causa polêmica de novo e diz a ex-ministra: “Não estupro você porque você não merece”

Bolsonaro causa polêmica de novo e diz a ex-ministra: “Não estupro você porque você não merece”

Em discurso no plenário da Câmara, deputado dispara contra ex-ministra dos Direitos Humanos

Bolsonaro causa polêmica de novo e diz a ex-ministra: “Não estupro você porque você não merece”

Mais uma vez nesta terça-feira (9), o deputado federal Jair Bolsonaro (PP-RJ) roubou a cena durante um discurso no plenário da Câmara dos Deputados ao dirigir a palavra à colega de Casa Maria do Rosário, ex-ministra dos Direitos Humanos, e dizer que não a estupraria porque ela “não merece".

A declaração de Bolsonaro foi dada depois que a ex-ministra, que é do PT do Rio Grande do Sul, deixava a sessão da Câmara.

— Não saia não, Maria do Rosário. Fica aí! Fica aí, Maria do Rosário, fica. Há poucos dias, tu me chamou de estuprador no Salão Verde e eu falei que não ia estuprar você porque você não merece. Fica aqui para ouvir.

Jair Bolsonaro (PP-RJ) quer ser presidente do Brasil. Será que ele tem chance?

Leia mais notícias de Brasil e Política

Em seguida, se dirigiu ao presidente da sessão, deputado Amauri Teixeira (PT-BA), e avisou: “E senhor presidente, o senhor não pode tomar partido de nenhum parlamentar aqui não”. Na sequência, disparou contra o Dia Internacional dos Direitos Humanos, que é comemorado nesta quarta-feira (10).

—  Vamos falar um pouquinho sobre Dia Internacional dos Direitos Humanos. No Brasil, é o Dia Internacional da Vagabundagem. Os direitos humanos no Brasil só defendem bandidos, estupradores, marginais, sequestradores e até corrupto. [...] Isso está na boca do povo na rua. Maria do Rosário saiu daqui agora há pouco correndo.