Brasil Bolsonaro confirma que deverá indicar evangélico para vaga no STF

Bolsonaro confirma que deverá indicar evangélico para vaga no STF

Após encontro com grupo que fez orações, presidente afirmou que 'tem um cotado, mas ainda não está batido o martelo'

  • Brasil | Flávio Moraes, da Record TV

Em Brasília, Bolsonaro confirma que deve indicar evangélico para vaga no STF

Em Brasília, Bolsonaro confirma que deve indicar evangélico para vaga no STF

Reprodução / Facebook

O presidente Jair Bolsonaro voltou a falar na manhã deste sábado (8) que deve indicar um representante terrivelmente evangélico para o cargo de ministro do STF (Supremo Tribunal Federal). A indicação precisa ser aprovada pelo Senado.

“Tem um cotado, mas ainda não está batido o martelo. Imagina o STF começando a sessão com orações por parte desse ministro?”, comenta o presidente.

Ele se reuniu com um grupo de apoiadores evangélicos nesta manhã no Palácio da Alvorada, em Brasília, e eles oraram pelo presidente da República. Após o ato, abordou alguns assuntos na live transmitida pelas redes sociais.

Bolsonaro também afirmou que pretende pedir a investigação das mortes ocorridas em Manaus com superdosagem de hidroxicloroquina em tratamentos profiláticos.

“Somos minoria na CPI, mas deram uma dose quadrupla em irmãos nossos por lá que entraram em óbito, já temos os nomes das pessoas que participaram dessa experiência e queremos explicações, qualquer remédio que derem em excesso faz mal”, afirma.

O presidente também disse que vai ser o último a tomar vacina em um gesto altruísta: “Quem quiser tomar na frente que tome”.

Bolsonaro contou que vai dar um passeio de motocicleta pela cidade em homenagem ao Dia das Mães, comemorado neste domingo (9).

Últimas