Novo Coronavírus

Brasil Bolsonaro defende união nacional por vacinação contra a covid

Bolsonaro defende união nacional por vacinação contra a covid

Evento, no Palácio do Planalto, serviu para o governo explicar como será feita a campanha nacional de vacinação contra a covid-19

  • Brasil | Do R7

Bolsonaro é contra vacina obrigatória

Bolsonaro é contra vacina obrigatória

Isac Nóbrega/PR - 14.12.2020

O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta quarta-feira (16) uma união nacional em prol da vacinação da população brasileira contra a covid-19. "São 27 governadores com um propósito comum: a volta à normalidade", disse.

Bolsonaro fez um mea culpa no início de seu discurso, no evento marcado para fazer apresentação do plano nacional de imunização.

"Se algum de nós extrapolou ou até exagerou foi no afã de achar uma solução", afirmou, em referência à disputa política travada entre ele e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

Bolsonaro declarou que o momento é de paz e entendimento. "Não sabíamos o que era esse vírus, como não sabemos ainda, mas a solução está por vir", comemorou.

Leia mais: Governo anuncia campanha para convencer população a se vacinar

Veja mais: Governo comprará 330 milhões de seringas e agulhas para vacinar

O presidente voltou a dizer que a vacina aprovada pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) será gratuita e opcional à população.

O evento, no Palácio do Planalto, foi marcado para explicar o documento enviado pelo Ministério da Saúde ao STF (Supremo Tribunal Federal) no último final de semana.

Nele, foi anunciado que o governo federal fará uma campanha nacional para mostrar à população as vantagens de tomar a vacina.

.

Últimas