Novo Coronavírus

Brasil Bolsonaro deve citar ações contra covid-19 em pronunciamento

Bolsonaro deve citar ações contra covid-19 em pronunciamento

Presidente falará em rede nacional nesta quinta-feira (24), às 20h30, logo após a tradicional live que faz às quinta-feiras pelas redes sociais

  • Brasil | Do R7, com informações da Agência Estado

O presidente Jair  Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro

Ueslei Marcelino/Reuters - 08.12.2020

O presidente Jair Bolsonaro fará um pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão na noite desta quinta-feira (24), véspera da Natal, às 20h30. O mandatário deve abordar o desempenho do país em relação à pandemia de covid-19 e as ações realizadas pelo governo.

Antes, Bolsonaro fará a sua tradicional live semanal pelas redes sociais. A transmissão ocorre sempre às quintas e, nesta semana, deve ocorrer às 19h.

Bolsonaro deve permanecer em SC até quarta em período de férias

Na fala à nação, o presidente deve agradecer o trabalho dos profissionais de saúde. A situação da economia deve ser um dos pontos abordados, assim como os auxílios os programas de assistência desenvolvidos pelo governo no período, caso do auxílio emergencial e do programa de manutenção de empregos formais. 

Neste ano, Bolsonaro realizou seis pronunciamentos em rede nacional, cinco deles sobre a pandemia da covid-19. Em março, no início da crise sanitária no País, o presidente divulgou quatro pronunciamentos em que defendeu o combate à pandemia "sem pânico", "sem histeria" e se referiu a doença como uma "gripezinha". O chefe do Executivo fez ainda propaganda da hidroxicloroquina, medicamento sem eficácia comprovada contra o novo coronavírus.

Ele também fez apelos pelo retorno à normalidade com a justificativa de ser necessário tratar o vírus e o desemprego, simultaneamente. "O vírus chegou, está sendo enfrentado por nós e brevemente passará. Nossa vida tem que continuar. Os empregos devem ser mantidos. O sustento das famílias deve ser preservado. Devemos, sim, voltar à normalidade", afirmou o presidente em pronunciamento no dia 24 de março.

Em falas recentes, Bolsonaro tem defendido que o País se encaminha para o fim da pandemia. Apesar disso, o Brasil acumula mais de 188 mil mortes pela covid-19 e vivencia atualmente uma nova alta de casos da doença.

O presidente passará o Natal com a família em Brasília e, para isso, retorna nesta quarta-feira no período da tarde de São Francisco do Sul, em Santa Catarina, onde está em recesso desde sábado (19).

Últimas