Bolsonaro diz que Brics trabalhou por competitividade e produtividade

Presidente disse que reuniões do grupo resultaram em importante intercâmbios e demonstram potencial de cooperação dos governos

Para Bolsonaro, relevância econômica do Brics é inquestionável e grupo seguirá crescendo

Para Bolsonaro, relevância econômica do Brics é inquestionável e grupo seguirá crescendo

Marcos Corrêa/PR - 13.11.2019

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (14) que o Brics, durante a presidência rotativa do Brasil, trabalhou para alimentar a competitividade e produtividade entre seus membros.

"Guiados pelo lema de nossa presidência, 'crescimento econômico para um futuro inovador', demos ênfase para inovação fomentar produtividade de nossas economias", disse Bolsonaro em sessão plenária da 11ª Cúpula do Brics.

Leia também: Brics: líderes tiram foto oficial e seguem para sessão fechada

Bolsonaro disse que a relevância econômica do Brics é inquestionável e que o grupo de países seguirá crescendo.

Segundo Bolsonaro, esses resultados garantem legitimidade para governança internacional "mais inclusiva".

Leia também: Ampliação de banco será destaque no segundo dia de encontro do Brics

O presidente disse que reuniões do grupo resultaram em importante intercâmbios e demonstram potencial de cooperação dos governos.

"Ideia de futuro inovador é missão que governo abraça com afinco", disse Bolsonaro.

Para Bolsonaro, os países emergentes avançaram em negociações de acordo de assistência aduaneira e de construção de satélite do Brics.

Também afirmou que o Brasil demonstrou necessidade de colocar o Brics a serviço das necessidades práticas no campo da saúde.

Bolsonaro disse esperar que a sede em SP do NDB (Banco do Brics) ajude a incrementar carteira de financiamento no país.

O presidente brasileiro disse que passa o comando do Brics à Rússia com o grupo fortalecido.