Bolsonaro diz que vetará mudanças do Congresso em regras de trânsito

Projeto do presidente que altera o Código de Trânsito recebeu diversas emendas; relator se opõe ao fim da multa pelo não uso da cadeirinha 

Bolsonaro diz que vetará mudanças do Congresso em projeto sobre trânsito

O presidente Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro

Adriano Machado/Reuters

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta segunda-feira (16) que vai vetar boa parte das mudanças feitas pelo Congresso no projeto apresentado pelo chefe do Executivo e que altera o Código Brasileiro de Trânsito.

O projeto foi apresentado por Bolsonaro em junho e prevê, entre outras coisas, dobrar o número de pontos para a suspensão da carteira de motorista de 20 para 40 e duplicar a validade do documento, passando para dez anos.

Leia mais: Bolsonaro entrega projeto que dobra limite de pontos da CNH

O relator, o deputado Juscelino Filho (DEM-MA), propôs alterações nesses pontos e se opõe à retirada da punição pelo descumprimento do uso da cadeirinha para crianças, outra das propostas.

“Lamento o relator ter se posicionado dessa maneira. Ele acolheu 101 emendas. Ele fez um novo código nacional de trânsito”, disse Bolsonaro. Questionado sobre possíveis vetos, afirmou: "Lógico que vou vetar, mas a última palavra é do Parlamento. Com 257 pessoas votando ‘não’ derruba o veto.”

A declaração foi feita em entrevista coletiva após reunião do presidente com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, em Brasília.

Saiba mais: Justiça dá mais uma semana para o governo federal recolocar radares