Bolsonaro fala em 'consulta popular' para decidir veto a PL das fake news

Presidente afirmou que será contra o texto caso apresente o cerceamento da liberdade de expressão nas redes sociais

Bolsonaro prevê alterações ao texto na Câmara

Bolsonaro prevê alterações ao texto na Câmara

Marcos Corrêa/PR - 02.07.2020

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (2) que poderá vetar o PL (Projeto de Lei) das fake news se o texto aprovado no Senado na última terça-feira (30) não sofrer modificações na Câmara dos Deputados. Ele cogitou uma "consulta popular" para decidir quais pontos do texto serão vetados.

"É o jogo democrático. Se for aprovado na Câmara, chegando para mim o projeto eu vou fazer uma consulta popular e ver o que deve ser vetado ou não. A gente vai vetar e depois o parlamento pode, se entender que deve, derrubar o veto. Faz parte da regra do jogo", disse durante a transmissão de sua live semanal no Facebook.

Leia mais: Auxílio de R$ 600 não poderá ser pago por muito tempo, diz Bolsonaro

Bolsonaro afirmou que será contra o texto caso o mesmo apresente trechos que limitem a liberdade de expressão nas redes sociais. "Se o projeto chegar bom, a gente sanciona. Se chegar como se apresentou até o momento, não há como não vetar", disse.

O presidente disse ver dificuldade para a aprovação do texto atual entre os deputados. "Sou extremamente favorável à liberdade total da mídia, inclusive dessas tradicionais que vivem dando pancada em mim. Estão batendo tanto e eu só estou crescendo", afirmou durante a live.

Bolsonaro ressaltou ainda que “não pode se render ao politicamente correto” e revelou receber diversos memes conta ele próprio. “Faz parte do folclore. Tem piadas comigo com as quais eu morro de rir. Me comparam com um monte de gente”, contou.