Brasil Bolsonaro indicará ao STF desembargador Kássio Nunes

Bolsonaro indicará ao STF desembargador Kássio Nunes

Desembargador do TRF-1 deverá ser indicado na vaga do ministro Celso de Mello que se aposenta no próximo dia 13

Reuters - Brasil
O desembargador Kassio Nunes, do TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região)

O desembargador Kassio Nunes, do TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região)

Ramon Pereira/Ascom

O presidente Jair Bolsonaro vai indicar para ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) o desembargador Kassio Nunes, do TRF-1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região), na vaga que será aberta com a aposentadoria do ministro Celso de Mello no próximo dia 13, disse uma fonte com conhecimento do caso.

Leia também: Julgamento sobre depoimento de Bolsonaro sai da pauta do STF

A escolha surpreende por não ser um dos nomes que estavam na chamada lista de apostas para uma cadeira no STF.

Uma fonte informada da decisão pelo Palácio do Planalto elogiou o nome do desembargador do Piauí para o Supremo. "Acho que é um garantista, é uma boa escolha", disse.

Natural de Teresina no Piauí, Kassio Nunes tem 48 anos e se tornou desembargador do TRF-1 em vaga reservada aos advogados do chamado Quinto Constitucional em 2011, de acordo com o site do TRF-1.

Procurada, a assessoria do TRF-1 não respondeu de imediato os pedidos de comentário sobre a decisão de Bolsonaro de indicar o desembargador Kassio Nunes.

O Palácio do Planalto não respondeu de imediato a pedidos de comentários.

Últimas