Brasil Bolsonaro oficializa reforma ministerial no Diário Oficial

Bolsonaro oficializa reforma ministerial no Diário Oficial

Presidente confirmou trocas na chefia do Itamaraty, Defesa, AGU, Casa Civil, Justiça e Secretaria de Governo; veja quem entra e sai

  • Brasil | Do R7

Os agora ex-ministros da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo

Os agora ex-ministros da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e das Relações Exteriores, Ernesto Araújo

Valter Campanato/Agência Brasil - 04.02.2020

O presidente Jair Bolsonaro oficializou a reforma ministerial anunciada nesta segunda-feira (29) no Diário Oficial da União. A publicação traz os nomes dos envolvidos nas seis mudanças das pastas, conforme antecipou o R7.

Veja os perfis dos novos ministros e de quem mudou de cargo

Bolsonaro fez uma dança das cadeiras e alterou a posição de nomes importantes de seu governo. Braga Neto, titular do ministério da Casa Civil, deixa seu cargo para assumir o Ministério da Defesa no lugar de Fernando Azevedo. O Ministro Eduardo Ramos, da Secretaria de Governo da Presidência da República, assume a Casa Civil.

A mudança repentina na pasta da Defesa não foi bem vista, uma vez que os comandantes da Marinha, Exército e Aeronáutica respondem para o titular desse ministério. Na manhã desta terça-feira (30) está prevista uma reunião dos comandantes com o novo chefe da pasta.

Veja as mudanças publicadas nesta terça no DOU:

Ministério das Relações Exteriores

Sai: Ernesto Araújo. Entra: Carlos Alberto França

Ministério da Defesa
Sai: General Fernando Azevedo e Silva. Entra: General Braga Netto

Ministério da Justiça
Sai: André Mendonça. Entra: Delegado Anderson Torres

Casa Civil
Sai: General Braga Netto. Entra: General Luiz Eduardo Ramos

Secretaria de Governo
Sai: General Luiz Eduardo Ramos. Entra: Deputada Flávia Arruda

Advogacia-Geral da União (AGU)
Sai: José Levi Mello do Amaral Júnior. Entra: André Mendonça

Últimas