Bolsonaro participará da posse de Alexandre de Moraes no TSE

Presidente ficou muito irritado com operação da PF, pedida na semana passada pelo ministro, que teve como alvo apoiadores do governo federal

Operação pedida por Moraes irritou Bolsonaro

Operação pedida por Moraes irritou Bolsonaro

EFE/ Joédson Alves - 27/05/2020

O presidente Jair Bolsonaro participa nesta terça-feira (2), por videoconferência, da solenidade de posse do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes no cargo de ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De acordo com postagem do TSE no Facebook, a solenidade tem início às 18h desta terça e será transmitida pelo canal do tribunal no YouTube.

Leia mais: Bolsonaristas protocolam representação contra Moraes

Segundo agenda divulgada pelo Palácio do Planalto, ministros de Estado também participam da cerimônia, entre eles Walter Braga Netto (Casa Civil), André Mendonça (Justiça e Segurança Pública) Jorge Oliveira (Secretaria-Geral) e Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo).

Na semana passada, Bolsonaro criticou a operação deflagrada pela Polícia Federal no inquérito das fake news, determinada pelo ministro do STF, que teve como alvo apoiadores e aliados do presidente. A investigação apura ataques aos ministros da corte e o financiamento do material.

Bolsonaro chegou a compartilhar um vídeo com trecho de discurso de Moraes no qual ele fala sobre liberdade de expressão. Na ocasião, Moraes declarou que "Quem não quer ser criticado, quem não quer ser satirizado, fica em casa. Não seja candidato, não se ofereça ao público".

O presidente já havia criticado Moraes anteriormente ao dizer que o ministro do STF deu uma decisão política ao suspender a nomeação do delegado Alexandre Ramagem como diretor-geral da Polícia Federal. Moraes entendeu que houve desvio de finalidade na nomeação.