Brasil Bolsonaro passa bem, mas sem previsão de alta, informa boletim

Bolsonaro passa bem, mas sem previsão de alta, informa boletim

Com obstrução intestinal, presidente foi internado na quarta em Brasília e transferido no mesmo dia para hospital de São Paulo

  • Brasil | Do R7

Bolsonaro já passou por seis cirurgias desde a facada sofrida em 2018

Bolsonaro já passou por seis cirurgias desde a facada sofrida em 2018

Adriano Machado/Reuters - 12.06.2021

O presidente Jair Bolsonaro passa bem, permanece evoluindo satisfatoriamente, mas sem previsão de alta, informa o boletim médico, divulgado no início da tarde desta sexta-feira pelo hospital Vila Nova Star, em São Paulo (SP). O tratamento médico seguirá o mesmo, portanto, sem cirurgia.

Leia também: Entenda a obstrução intestinal que acomete Jair Bolsonaro

O chefe do executivo federal foi internado na quarta-feira (14) no Hospital das Forças Armadas, em Brasília, com quadro de obstrução intestinal, complicação decorrente do atentado a faca sofrido durante a campanha eleitoral de 2018.  No mesmo dia, foi transferido para São Paulo.

Durante a manhã postou foto caminhando com mensagem sugerindo que terá alta em breve. "Em breve, de volta a campo, se Deus quiser! Muito fizemos, mas ainda temos muito a fazer pelo nosso Brasil! Obrigado pelo apoio e orações. Um forte abraço a todos!"

Vários carros oficiais chegaram ao hospital, segundo a equipe de reportagem da RecordTV. O presidente recebeu ainda a visita dos filhos Carlos e Jair Renan. Este último, postou imagem do encontro em uma rede sociail e afirmou: "Saiba que você é forte o suficiente para passar por mais essa luta. Seja paciente e tenha fé! Em breve estaremos juntos vendo um jogo de futebol! Brasil acima de tudo; Deus acima de todos!"

Veja a íntegra do boletim médico

São Paulo, 16 de julho de 2021                         
O Hospital Vila Nova Star informa que o Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, passa bem e permanece evoluindo satisfatoriamente, com a conduta médica inalterada. O Presidente segue sem previsão de alta hospitalar.

Direção médica responsável:
Dr. Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo – Cirurgião-chefe
Dr. Ricardo Camarinha - Cardiologista do Presidente
Dr. Leandro Echenique - Clínico e Cardiologista
Dr. Antonio Antonietto – Diretor médico do Hospital Vila Nova Star
Dr. Pedro Henrique Loretti - Diretor Geral do Hospital Vila Nova Star

Na manhã desta sexta-feira (16) ele recebeu a visita dos filho Carlos e Renan Bolsonaro. A mulher, Michelle, acompanha o presidente no tratamento. Vários carros oficiais chegaram ao hospital, segundo a equipe de reportagem da Record TV que está no local. 

Desde o atentado, o presidente é acompanhado pelo cirurgião gástrico Antonio Luiz Macedo. O presidente passou por seis cirurgias como consequência da facada. Foram quatro em 2018, e duas em 2019 - para retirada da bolsa de colostomia e para correção de uma hérnia na incisão da cirurgia.

Na última noite, um grupo religioso se reuniu na frente do hospital para rezar pelo presidente. Apoiadores trouxeram também faixas e cartazas de apoio a Bolsonaro.

Últimas