Bolsonaro quer trocar embaixador do Brasil em Israel

Presidente também afirmou que o coronel da reserva do Exército Jorge de Nápolis está no radar para assumir a posição

Bolsonaro disse querer embaixadores 'mais afinados' com o governo

Bolsonaro disse querer embaixadores 'mais afinados' com o governo

Ueslei Marcelino/Reuters

O presidente Jair Bolsonaro disse na segunda-feira (9) que deve trocar o embaixador o Brasil em Israel, cargo ocupado por Paulo Cesar de Vasconcellos.

O presidente afirmou que "está no radar" indicar o coronel do Exército, da reserva, Paulo Jorge de Nápolis, ex-adido militar em Israel.

Leia também: Mudar embaixada para Jerusalém não é tão simples, diz Bolsonaro

"Não quer dizer que seja ele. O coronel está no radar. Foi adido militar por três anos lá", disse Bolsonaro.

"O que está lá, acho que está há mais de dois anos. É natural trocar", completou,

Leia também: Bolsonaro recua sobre embaixada e anuncia escritório comercial em Jerusalém

Bolsonaro disse querer embaixadores "mais afinados" com o governo. Também afirmou que pretende enviar mais jovens brasileiros para estudar em Israel.

"Ver questão de agricultura, piscicultura, tecnologia. Quero uma garotada nossa sempre em Israel para fazer intercâmbio e voltar", disse Bolsonaro.

O presidente da República se encontrou na manhã desta segunda com o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley.