Eleições 2018
Brasil Bolsonaro teve lesão grave no intestino e hemorragia volumosa

Bolsonaro teve lesão grave no intestino e hemorragia volumosa

Equipe médica que atendeu o presidenciável disse que o candidato sofreu três perfurações no intestino delgado e uma lesão grave no intestino grosso

Bolsonaro

Bolsonaro sofreu "traumatismo abdominal"

Bolsonaro sofreu "traumatismo abdominal"

Fabio Motta/Estadão Conteúdo - 6.9.2018

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, sofreu três perfurações no intestino delgado e uma lesão grave no intestino grosso após receber uma facada na região abdominal durante um evento da campanha na cidade de Juiz de Fora (MG).

As informações foram reveladas na noite desta quinta-feira (6), pela equipe que atendeu o candidato na Santa Casa da cidade mineira, que mencionaram uma "volumosa hemorragia interna" de Bolsonaro ao chegar no hospital com a lesão em uma veia do abdômen.

Adversários de Bolsonaro repudiam ataque ao candidato

De acordo com Luiz Henrique Borsato, da equipe de cirurgia geral do hospital, Bolsonaro foi "vítima de um traumatismo abdominal por arma branca".

"É um quadro grave pela magnitude do traumatismo, mas estável. [...] Foi uma lesão única, mas muito profunda e os órgãos no abdômen ficam um por cima do outro", disse Borsato, que completou: "As lesões graves, que ameaçavam a vida, foram identificadas e tratadas durante a cirurgia".

O chefe do departamento de cirurgia da Santa Casa de Juiz de Fora, Cícero Reina, ainda garantiu que a cirurgia de Bolsonaro foi executada por cirurgiões altamente qualificados.

Bolsonaro deve ficar 10 dias hospitalizado, diz cirurgião