Brasil Bolsonaro vê 'casamento' com Guedes 'mais forte do que nunca'

Bolsonaro vê 'casamento' com Guedes 'mais forte do que nunca'

Presidente afirmou que parte da mídia tenta criar "virtual atrito" entre ele e o Ministro da Economia

bolsonaro e guedes

Guedes disse que renunciaria com reforma desidratada

Guedes disse que renunciaria com reforma desidratada

Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira (24) que seu "casamento" com o ministro da Economia, Paulo Guedes, segue mais forte do que nunca, depois de afirmar que ninguém é obrigado a ser ministro, em reação a entrevista de Guedes, em que aventou renunciar se a reforma da Previdência fosse desidratada.

"Peço desculpas por frustrar a tentativa de parte da mídia de criar um virtual atrito entre mim e Paulo Guedes. Nosso casamento segue mais forte que nunca", escreveu Bolsonaro em sua conta no Twitter.

"No mais, caso não aprovemos a Previdência, creio que deva trocar o ministro da Economia pelo da Alquimia, só assim resolve", ironizou.

Em entrevista à revista Veja, Guedes disse que, caso o Congresso aprove uma "reforminha" da Previdência, ele renunciaria ao cargo e deixaria o país para morar no exterior.

Ninguém é obrigado a ficar no cargo, diz Bolsonaro sobre Guedes

Indagado sobre a declaração do auxiliar no Recife, onde participou mais cedo nesta sexta-feira de reunião da Sudene, Bolsonaro disse que ninguém é obrigado a permanecer ministro, ao mesmo tempo que concordou com Guedes sobre a necessidade da reforma e disse que o Brasil entrará num "caos econômico" caso a medida não seja aprovada pelos parlamentares.