Brasil Brasil fecha acordo com Suécia para pagar os 36 caças da Saab

Brasil fecha acordo com Suécia para pagar os 36 caças da Saab

Previsão é de que as aeronaves sejam entregues à Força Aérea Brasileira entre 2019 e 2024

Brasil fecha acordo com Suécia para pagar os 36 caças da Saab

Brasil vai comprar 36 caças Gripen NG da Suécia

Brasil vai comprar 36 caças Gripen NG da Suécia

Divulgação/Saab

O governo brasileiro chegou a um acordo nesta quarta-feira (29) com a Suécia para reduzir os custos de financiamento da compra de 36 caças Gripen NG por R$ 5,4 bilhões para a FAB (Força Aérea Brasileira), disse uma porta-voz do Ministério da Defesa nesta quarta-feira.

As demoradas negociações sobre o acordo de financiamento atrasaram o acordo final para a compra dos caças, fabricados pela sueca Saab.

Em meio aos esforços de reequilíbrio das contas públicas, o governo da presidente Dilma Rousseff buscou reduzir a taxa de juros de 2,54% ao ano inicialmente acordada em 2014 com a agência sueca de crédito à exportação SEK, como parte de medidas de austeridade promovidas pelo ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

Leia mais notícias de Brasil e Política

Mais detalhes do acordo devem ser divulgados ainda nesta quarta.

Segundo o site do jornal Folha de S.Paulo, o governo sueco concordou em reduzir a taxa de juros para 2,19% ao ano, desde que o Brasil lhe compensasse pela perda resultante da redução.

R7Play: Assista à Record onde e quando quiser

Caso as duas partes não tivessem conseguido chegar a um acordo sobre os termos do financiamento do contrato, o governo brasileiro e a Saab teriam de renegociar o acordo para compra dos caças.

A previsão é que os primeiros Gripens sejam entregues ao Brasil em 2019. A Saab planeja instalar uma linha de montagem para os caças até 2024 em parceria com a brasileira Embraer.

O Brasil tomou a decisão sobre os caças em dezembro de 2013, escolhendo o Gripen, da Saab, em vez do F-18 Super Hornet, da norte-americana Boeing, e do Rafale, da francesa Dassault, que também estavam na disputa.