Coronavírus

Brasil Brasil recebe nesta sexta doses da Johnson doadas pelos EUA

Brasil recebe nesta sexta doses da Johnson doadas pelos EUA

Imunizante com aplicação única faz parte de promessa do governo americano de doar 80 milhões de vacinas a vários países

  • Brasil | Do R7

Principal vantagem das vacinas da Johnson é a aplicação em dose única

Principal vantagem das vacinas da Johnson é a aplicação em dose única

KEVIN DAVID/A7 PRESS/Estadão Conteúdo - 04.06.2021

Mais três milhões de doses da vacina da Janssen, braço farmacêutico da Johnson & Johnson, chegarão ao Brasil nesta sexta-feira (25) e sábado (26) em voos separados. O avião com os primeiros imunizantes, que foram doados pelos Estados Unidos, decolou no fim da noite desta quinta (24) e pousará no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), às 9h, segundo a previsão do Ministério da Saúde.

O governo norte-americano, que prometeu repassar de graça 80 milhões de vacinas contra o coronavírus aos países que mais precisam, afirmou que equipes científicas e autoridades legais e regulatórias de ambas as nações trabalharam juntas para garantir a entrega rápida das doses.

Ontem de manhã, o Brasil recebeu um lote de 300 mil doses do fármaco da Johnson, que garante a imunização após uma única aplicação. Antes, na terça-feira (22), havia chegado outra remessa com 1,5 milhão de vacinas. Esses dois carregamentos são de um contrato com a farmacêutica que prevê 38 milhões de doses.

Pfizer

Também ontem, desembarcou no Brasil novo lote da Pfizer/BioNTech com 936 mil doses. Trata-se do segundo carregamento do laboratório entregue nesta semana. No domingo (27), outra remessa com a mesma quantidade de ontem chegará no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP).

O total entregue ao governo brasileiro pela Pfizer nesta semana, portanto, será de 2,4 milhões.

Últimas