Coronavírus

Brasil Brasil sobe para 3º lugar em ranking de países que mais vacinam

Brasil sobe para 3º lugar em ranking de países que mais vacinam

Em números proporcionais, país caiu para a 86º posição. Governo promete imunizar toda a população adulta contra covid neste ano

  • Brasil | Ulisses de Oliveira, do R7

Movimentação no drive-thru da vacina, no estádio Limeirão, em Limeira (SP)

Movimentação no drive-thru da vacina, no estádio Limeirão, em Limeira (SP)

ROBERTO GARDINALLI/FUTURA PRESS - 25.06.2021

O Brasil está na 3ª posição entre os países que mais vacinam contra a covid-19 no mundo em números absolutos. Em números proporcionais, ou seja, na relação por 100 habitantes, está em 86º lugar. No começo do mês, o país aparecia em 4º e 66º no ranking global, respectivamente, nesses critérios de análise.

Os dados foram reunidos no início da noite sexta-feira (25) pelo R7 com base no Our World in Data, plataforma alimentada por pesquisadores da Universidade de Oxford, do Reino Unido. 

Na liderança dos números absolutos (totais) seguem os Estados Unidos, com mais de 320 milhões de doses aplicadas na sua população. Na sequência, vem a Índia, com número pouco superior a 300 milhões.

Proporcionamente, o território de Gibraltar é o que mais vacina no mundo, com 231,66 doses aplicadas a cada 100 habitantes, seguido pelos Emirados Árabes, que detém a marca de 149,99%.

Ministro Queiroga e o embaixador Todd Chapman na chegada das doses da Johnson, em Campinas

Ministro Queiroga e o embaixador Todd Chapman na chegada das doses da Johnson, em Campinas

Carla Carniel/Reuters - 25.06.2021

Isso porque, a depender do imunizante, é necessária mais de uma dose para a completa proteção contra o coronavírus, caso por exemplo de três (CoronaVac, AstraZeneca e Pfizer) das quatro marcas de fármacos administradas atualmente no Brasil - a da Johnson, de dose única, chegou apenas nesta semana no país.

A análise dos sites de monitoramento indica que a aceleração da campanha de vacinação, com recorde de imunização em um único dia, ocorrido em 18 de junho com 2,5 milhões de doses aplicadas, sinaliza evolução. Entretanto, o número de pessoas que receberam a proteção completa prometida, com duas doses, demonstra que o caminho ainda é longo para o controle da pandemia.

De acordo com o Vacinômetro do R7, até esta sexta-feira, às 19h, o país havia vacinado 69,7 milhões de pessoas com a primeira dose, o equivalente a 32,95% da sua população, e 25,3 milhões com as duas injeções, o que representa apenas 11,95%.

Corrida pela vacina

Países que mais vacinaram (números absolutos)

1º Estados Unidos - 320,69 milhões
2º Índia - 300,05 milhões
3º Brasil - 92,92 milhões
4º Reino Unido - 75,56 milhões
5º Alemanha - 70,54 milhões
6º França - 48,99 milhões
7º Itália - 48,32 milhões
8º Turquia - 45,83 milhões
9º México - 42,16 milhões
10º Espanha - 38,29 milhões

Mundo 2,84 bilhões

Ranking de vacinação (a cada 100 pessoas)*

1º Gibraltar - 231,66
2º Emirados Árabes - 149,99
3º Malta - 145,11
4º Ilhas Seychelles - 140,31
5º Ilhas Cayman - 137,44
6º San Marino - 130,79
7º Santa Helena - 130
8º Ilhas Malvinas - 126,53
9º Israel - 123,44
10º Ilhas Bermudas - 123,42

86º Brasil - 43,71

Fonte: Our World in Data

*Pesquisa realizada às 19h de sexta-feira (25). Os dados do sistema espelham a realidade dos países com 24 horas de atraso, portanto, fazem referência a quinta-feira (24)

Velocidade diária

Segundo os cálculos dos cientistas da Oxford, o Brasil também é o 3º país no planeta a aplicar mais doses de vacina anticovid por dia em números absolutos. Em um intervalo de 7 dias, terminados na última quinta-feira (24), o país aplicou, na média, 1,26 milhão de injeções diariamente. Neste critério, China (22 milhões) e Índia (5,3 milhões) lideram o ranking.

No cálculo proporcional, ou seja, na relação por 100 habitantes, o Brasil é o 60º colocado, com 0,59 injeção aplicada, em média, por dia, no espaço de uma semana.

Ilhas Cook e Andorra são os líderes do ranking mundial, vacinando 4,62 e 2,25 pessoas, diariamente, a cada 100 habitantes neste recorte temporal.

Veja os números

Países que mais vacinam por dia (números absolutos)*

1º China - 22 milhões
2º Índia - 5,3 milhões
3º Brasil - 1,26 milhão
4º Japão - 1,19 milhão
5º Turquia - 912,22 milhões
6º Estados Unidos - 816,83 milhões
7º Alemanha - 794,56 milhões
8º França - 574,90 milhões
9º Itália - 542,81 milhões
10º Indonésia - 533,83 milhões

Países que mais vacinam por dia (a cada 100 pessoas)

1º Ilhas Cook - 4,62
2º Andorra - 2,25
3º Ilhas Maurício - 1,62
4º Santa Helena - 1,6
5º China - 1,53
6º Tuvalu - 1,43
7º Irlanda - 1,33
8º Ilhas Faroé - 1,31
9º Cuba - 1,3
10º Canadá - 1,25

60º Brasil - 0,59%

Fonte: Our World in Data

*Pesquisa realizada às 19h de sexta-feira (25). Os dados do sistema espelham a realidade dos países com 24 horas de atraso, portanto, fazem referência a quinta-feira (24)

Campanha nacional

A vacinação no Brasil começou em 17 de janeiro, logo após a Anvisa autorizar de forma emergencial a aplicação da CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac, e a CoviShield, da Oxford/AstraZeneca/Fiocruz. Em maio, o imunizante da Pfizer foi introduzido no PNI (Plano Nacional de Imunização) do Ministério da Saúde.

Já a vacina da Johnson & Johnson chegou nesta semana, em carregamentos doados pelos Estados Unidos e adiantamento de compra do Ministério da Saúde com a farmacêutica.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, vem repetindo que até setembro toda a população adulta do Brasil estará imunizada com ao menos uma dose. E até fim do ano todos os brasileiros acima de 18 anos terão recebido a proteção vacinal.

"O Programa Nacional de Imunização é um patrimônio de todos os brasileiros. Através de 38 mil salas de vacinação, o SUS tem condições de imunizar até 2,4 milhões brasileiros por dia. O Brasil já distribuiu mais de 120 milhões doses de vacina e 40% da população acima de 18 anos já recebeu a primeira dose de vacina", afirmou, na última sexta-feira (25), durante recepção de 2 milhões de vacinas da Johnson doados pelos Estados Unidos.

Últimas