STF

Brasil Brasileiros discordam de aumento salarial do STF, diz pesquisa

Brasileiros discordam de aumento salarial do STF, diz pesquisa

Levantamento do Paraná Pesquisas aponta que 89,4% da população considera o reajuste injusto

  • Brasil | Giuliana Saringer, do R7

Pesquisa foi realizada em todo Brasil

Pesquisa foi realizada em todo Brasil

Renato S. Cerqueira/Futura Press/Folhapress - 11.11.2018

Uma pesquisa realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas mostra que 89,4% dos brasileiros consideram que aumento salarial do STF (Supremo Tribunal Federal) não foi justo. O levantamento foi divulgado nesta terça-feira (13). 

Outros 8,1% avaliam que o reajuste é justo e 2,5% não souberam ou não quiseram responder. 

A pesquisa foi realizada entre os dias 9 e 11 de novembro deste ano. Foram ouvidos 2.008 brasileiros em 170 municípios em todos os estados brasileiros. 

Do total, foram ouvidas 1.065 mulheres (53%) e 943 homens (47%). 

O Senado Federal aprovou na noite de quarta-feira (7), com 41 votos favoráveis, 16 contrários e uma abstenção, o aumento salarial de 16,38% para os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal), reajuste que pode custar R$ 4 bilhões aos cofres públicos.

Últimas