Brasileiros recebem pelo correio sementes que nunca pediram 

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) alerta a população para não abrir embalagens com produtos que não foram solicitados

Perigo: pragas e doenças podem estar dentro da carta

Perigo: pragas e doenças podem estar dentro da carta

Pixabay

A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) alerta a população brasileira para não abrir embalagens com sementes recebidas pelo correio e que não foram solicitadas. Casos parecidos como os relatados por brasileiros foram registrados em outros países.

A entidade explica que a importação de vegetais sem autorização pode facilitar a entrada de pragas ou doenças que não existem ou estão erradicadas no Brasil. "Cabe ressaltar que o controle fitossanitário brasileiro é extremamente rigoroso, com vários órgãos atuando para evitar a entrada de produtos não autorizados sendo o Ministério da Agricultura um dos responsáveis pela fiscalização de materiais de origem animal e vegetal", diz.

Caso algum envelope ou pacote contendo sementes ou material vegetal chegue à casa das pessoas sem que um pedido de compra online tenha ocorrido ou com remetente desconhecido a CNA recomenda levar o material para uma das Superintendências Federais do Ministério da Agricultura.