Brasil Câmara deverá manter veto a reajuste, diz Fabio Wajngarten 

Câmara deverá manter veto a reajuste, diz Fabio Wajngarten 

Para secretário executivo do Ministério das Comunicações, o momento agora é de concentrar esforços para a retomada da economia

  • Brasil | Do R7

O secretário executivo do Ministério das Comunicações, Fabio Wajngarten

O secretário executivo do Ministério das Comunicações, Fabio Wajngarten

Marcelo Camargo Agência Brasil - 28.05.2019

O secretário executivo do Ministério das Comunicações, Fabio Wajngarten, afirmou pelas redes sociais que a Câmara deverá manter o veto do presidente em relação ao reajuste de servidores públicos. "A Câmara dos Deputados saberá cumprir suas obrigações com o povo brasileiro e irá manter o veto do presidente ao reajuste de servidores públicos", escreveu o secretário executivo no Twitter.

Leia também: Bolsonaro diz que 'será impossível governar' com reajuste de servidor

Segundo ele, o momento agora é de concentrar esforços para a retomada da economia. "A hora é de concentrar esforços na recuperação econômica do país, que trará emprego para os brasileiros."

Nesta quarta-feira (19), os senadores derrubaram o veto do presidente Jair Bolsonaro a trecho do projeto que abria exceções à proibição de reajustes salariais de servidores públicos até o fim de 2021. O veto ainda tem de ser votado pela Câmara, em sessão prevista para nesta quinta-feira (20).

A proibição da concessão de aumentos foi estabelecida como contrapartida ao auxílio federal de R$ 60 bilhões repassado a Estados e municípios para o enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

A derrubada do veto deixa de fora da restrição categorias como as de profissionais de segurança pública, saúde, educação, agentes penitenciários e militares.

Últimas