Brasil Câmara ouve delegado da PF que pediu investigação contra Salles

Câmara ouve delegado da PF que pediu investigação contra Salles

Alexandre Saraiva foi afastado de Superintendência do Amazonas depois de acionar ministro do Meio Ambiente no STF

  • Brasil | Do R7, com Agência Câmara

Reação de Ricardo Salles a apreensão de madeira ilegal fez delegado levar o caso ao STF

Reação de Ricardo Salles a apreensão de madeira ilegal fez delegado levar o caso ao STF

Joédson Alves/EFE - 22.04.2021

Uma sessão conjunta de duas comissões da Câmara deve ouvir nesta segunda-feira (26), a partir das 16h, o delegado da Polícia Federal do Amazonas Alexandre Saraiva. Ele deve prestar esclarecimentos sobre a notícia-crime apresentada ao STF (Supremo Tribunal Federal) contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. 

Saraiva será ouvido pelas integrantes das  comissões de Direitos Humanos e Minorias e de Legislação Participativa.

No dia 14 de abril, o delegado enviou ao STF um pedido de investigações contra o ministro Ricardo Salles. No dia seguinte (15), a direção da Polícia Federal decidiu substituí-lo como Superintendente Regional do Amazonas. Sua demissão foi publicada no Diário Oficial da União no dia 20.

Salles, segundo Alexandre Saraiva, deveria ser investigado por sua reação à operação que resultou numa apreensão histórica de madeira ilegal de aproximadamente duzentos mil metros cúbicos. A notícia-crime apontar três possíveis delitos: dificultar a ação fiscalizadora do poder público no meio ambiente, exercer advocacia administrativa e integrar organização criminosa.

O convite para o delegado prestar informações foi objeto de requerimento nas duas comissões. Na Comissão de Direitos Humanos e Minorias, foi proposto pelos deputados Helder Salomão (PT-ES) e Paulo Teixeira (PT-SP) e subscrito pela deputada Vivi Reis (PSOL-PA). Na Comissão de Legislação Participativa, foi apresentado pelos parlamentares Joseildo Ramos (PT-BA) e Paulo Teixeira (PT-SP), com o apoio de João Daniel (PT-SE).

Últimas