Celso de Mello encaminha à PGR pedido para ouvir Bolsonaro

Aras vai decidir se denuncia o presidente ou arquiva o caso em que Sérgio Moro aponta tentativa de interferência da PF

Moro acusa Bolsonaro de tentar interferir na PF

Moro acusa Bolsonaro de tentar interferir na PF

Foto: Marcos Corrêa/PR - 25/05/2020

O ministro Celso de Mello, do STF (Supremo Tribunal Federal), encaminhou nesta sexta-feira (29) ao PGR (Procurador-Geral da República), Augusto Aras, o pedido feito pela PF (Polícia Federa) para ouvir o presidente Jair Bolsonaro.

Aras será o responsável por decidir se denuncia o presidente ou arquiva o caso em que o ex-ministro Sérgio Moro acusa Bolsonaro de tentar interferir na PF.

Segundo o R7 apurou, o Procurador-Geral da República já previu a oitiva do presidente na fase final do inquérito. De acordo com Moro, o vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril comprova suas acusações contra o presidente. Bolsonaro, no entanto, afirma que as imagens demonstram uma "farsa".

Mais cedo, a PF (Polícia Federal) pediu a Celso de Mello mais 30 dias de prazo para concluir as investigações do inquérito. Até então, uma série de depoimentos já foram tomados por determinação de Celso de Mello.