Brasil Com posse suspensa pela Justiça, Lula deve atuar como ministro "informal" 

Com posse suspensa pela Justiça, Lula deve atuar como ministro "informal" 

Ex-presidente começa hoje a tentativa de reaproximação do governo com o PMDB

Com posse suspensa pela Justiça, Lula deve atuar como ministro "informal" 

Lula vai atuar como ministro "informal"

Lula vai atuar como ministro "informal"

André Dusek/17.03.2016/Estadão Conteúdo

A posse do ex-presidente Lula, como ministro-chefe da Casa Civil do governo Dilma, está suspensa por uma decisão liminar do STF (Supremo Tribunal Federal), mesmo assim Lula seguiu para Brasília e deve atuar, a partir de hoje, como uma espécie de ministro "informal" do governo, segundo o jornal Folha de S.Paulo.

Lula tem como missão urgente tentar a reaproximação do governo federal com o PMDB. Em reunião marcada para o dia 29 de março, a cúpula do PMDB deverá decidir se continua ou não na base governista. 

Um auxiliar presidencial, ouvido pela Folha, afirmou que "neste momento não é possível perder tempo esperando uma decisão do STF sobre a posse do petista".

A definição sobre a posse ou não de Lula, só deve ser anunciada pelo STF após o feriado de Páscoa.

Leia mais notícias de Brasil

Nesta semana, sem um cargo oficial dentro do governo e correndo o risco de ter a prisão preventiva decretada pelo juiz Sérgio Moro na Operação Lava Jato, Lula vai comandar a articulação política do governo.

O ex-presidente deve conversar também com os parlamentares de partidos da base aliada para avaliar as chances do governo no processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff que está em curso na Câmara.

O prazo de dez sessões para o governo apresentar uma defesa começou a contar na última sexta-feira (18). Hoje, dia 21, também deve ter sessão deliberativa na Câmara, que também conta para o prazo de defesa no Comissão Especial do Impeachment.